Conservar para quem? Conflitos sociais originários do uso de recursos naturais em unidades de conservação. Estudo de caso: Estação Ecológica de Jataí, Luiz Antonio, SP.

The main objetive of this research is to identify and anyze social conflits caused by the use of natural resources in a preservation area of restricted use. Interviews were done with a sample of six participants, who interact in the studied area . they are Doctor and Professors from the PPGERN-UFSCa...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2004
Main Author: Varalda, Paulo Jasiel Castigio
Orientador/a: Vargas, Marcelo Coutinho lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de São Carlos
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/1491
Citação:VARALDA, Paulo Jasiel Castigio. Conservar para quem? Conflitos sociais originários do uso de recursos naturais em unidades de conservação. Estudo de caso: Estação Ecológica de Jataí, Luiz Antonio, SP.. 2004. 143 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.
Resumo Português:O objetivo principal deste trabalho foi identificar e analisar alguns conflitos sociais que derivam da utilização de recursos naturais numa unidade de conservação de uso restrito. Para tanto, realizamos entrevistas com uma amostra intencional de 6 (seis) informantes que interagem na área de estudo. Trata-se de professores doutores que pertencem ao PPGERN-UFSCar (Programa de Pós Graduação em Ecologia e Recursos Naturais da Universidade Federal de São Carlos). Esses professores foram escolhidos por serem orientadores de pesquisas realizadas na Estação Ecológica de Jataí (EEJ), localizada no município de Luiz Antônio, SP. O roteiro das entrevistas foi elaborado de tal forma que nos permitisse investigar a percepção desses professores sobre a interação dos diferentes atores sociais que freqüentam a EEJ: poder público, empresários, proprietários do entorno, funcionários, antigos moradores, professores da cidade e região, pescadores e caçadores. As entrevistas, somadas à fundamentação teórica, mitigaram a ausência do trabalho de campo com outros atores sociais, já que não houve financiamento para realizá-lo. Nossa análise foi norteada pelas diferentes visões desses orientadores, pela experiência do pesquisador em trabalho anterior e da literatura específica, e fundamenta alguns argumentos propositivos. Esperamos assim, poder contribuir com um diálogo entre esses atores, visando amenizar os impactos ambientais que lá ocorrem. A revisão bibliográfica confirma que os dados gerados nesse estudo de caso não se tratam de uma exceção; ao contrário, somam-se aos registros de conflitos de uso dos recursos naturais noutras unidades de conservação brasileiras. Muitas das interações descritas nessa dissertação nos sugerem uma disputa pelo privilégio de quem pode ou não ter acesso à EEJ. Acreditamos que um melhor convívio entre esses atores deve ocorrer na medida em que se implemente um conjunto de ações efetivas que some responsabilidades na tarefa de proteção desta unidade de conservação e que considere não apenas os seus atributos ecológicos, mas também os elementos históricos e sociais mais importantes para os membros da sociedade local. Essas ações podem surgir por meio de um plano de manejo. Como esse plano gestor ainda não foi institucionalizado, esperamos que esta pesquisa possa contribuir com a sua elaboração.
Resumo inglês:The main objetive of this research is to identify and anyze social conflits caused by the use of natural resources in a preservation area of restricted use. Interviews were done with a sample of six participants, who interact in the studied area . they are Doctor and Professors from the PPGERN-UFSCar (Departament of Post-Graduate Studies in Ecology and Natural Resources, Federal University of São Carlos). These Professors were chosen because they lead reseach done at the Ecological Station of Jataí (EEJ), located in the city of Luiz Antonio, SP. The interviews were prepared in order to make possible an investigation into what perceptions these professors have about the interaction of the different social agents who frequent the EEJ: public officials, businessman, landowners, residents of long standing, teachers from the city and region, fishermen and hunters. The interviews and the existing research compensated for the absence of field work with the other social agents, since there were not financial resources to do it. The analysis was orientated by different points of view found in the existing literature, by the researcher s experience in previos studies and by the especific literature, and based on this analysis, proposals were postulated. We hope to be contributing with this dialogue among these agents, to soften the environmental impact suffered by the EEJ. The bibliographic research confirms that the data created in this case is not an exception, but that there are several other registered conflicts over the use of natural resources in other Brazilian preservation areas. Many of the interactions described in this study suggest competition for acess to the EEJ. The agents analyzed would have less conflicts with the implementation of some measures to add responsibilities in order to protect this preservation area, considering not only its ecological qualities, but also its historic and social elements, tahat are more important to the members of the local community. These actions may appear through a plan of management. As this management plan has still not been created, we hope this research can contribute to its foundation.