Desafios da inclusão das pessoas com deficiência no trabalho: contribuições de uma experiência

From the twentieth century, both in Brazil and in other countries, legislation is well known, which aims to promote the inclusion of people with disabilities in different social spheres, be they educational, work or leisure. In this way, this research seeks to contribute to the debates about the cha...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Navas, Paula Márcia Gomes lattes
Orientador/a: Oliver, Fátima Corrêa lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de São Carlos
Câmpus São Carlos
Programa: Programa de Pós-graduação em Terapia Ocupacional
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Job
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/11664
Resumo Português:A partir do século XX, tanto no Brasil como em outros países é notória a legislação, que visa promover a inclusão de pessoas com deficiência nos diferentes âmbitos sociais, sejam estes educacionais, de trabalho ou lazer. Desse modo, esta pesquisa busca contribuir com os debates acerca dos desafios colocados para a participação de pessoas com deficiência no mundo do trabalho, por meio da compreensão que as pessoas com deficiência têm sobre essa experiência considerando-se como se reconhecem no mundo do trabalho e como identificam o sentido do trabalho em suas vidas. Este é um estudo de caso de caráter qualitativo que visa analisar as experiências de trabalho de pessoas com deficiências participantes do Projeto ATO - Ação Trabalho e Oportunidade, realizado no município de São Carlos - SP. O estudo foi desenvolvido em duas etapas: (i) pesquisa documental nos arquivos do Projeto, tais como relatórios de atividades e outros registros disponíveis, e (ii) entrevistas semiestruturadas com pessoas com deficiência que trataram sobre a sua vida cotidiana: a) quando foram incluídas pelo Projeto ATO; b) durante a fase em que o Projeto estava ativo; c) após o encerramento do Projeto até o momento da entrevista. As informações dos relatórios e registros do Projeto foram apresentadas buscando construir uma linha do tempo para as atividades, ações e estratégias realizadas. As entrevistas foram analisadas a partir da análise de conteúdo categorial. Conforme pesquisa documental, entre as 85 pessoas que foram incluídas no mundo do trabalho pelo Projeto, 15 apresentavam perfil de interação e comunicação interpessoal. Por meio de contato telefônico e redes sociais, cinco dentre estas 15 pessoas concordaram em participar do estudo. Através de um processo de transcrição, os dados das entrevistas foram organizados em categorias, considerando as questões que foram tratadas nas entrevistas: A vida antes do Projeto ATO; A inserção no Projeto e suas Consequências; Vida após o Projeto ATO. Essas categorias indicaram a prevalência do trabalho nos ramos da indústria de transformação, educação, comércio e serviços, a partir de temas como a empregabilidade restrita ao que prevê a Lei de Cotas; o tipo de função que se desempenha numa empresa em função das limitações; o esteriótipo em relação ao tipo de deficiência; níveis de escolarização e novas de oportunidades de trabalho, influenciados pelo tipo de deficiência; a ressignificação da participação social; as relações interpessoais e seu desenvolvimento; a execução das tarefas da vida diária; a importância da rede de suporte e o cotidiano Pode-se observar que as relações interpessoais foram promovidas ou melhoradas com a inclusão no trabalho como também mudanças positivas, que conduziram as PcD a novas posições e protagonismo na organização familiar e financeira, a ampliação de suas redes de apoio, o poder aquisitivo e a participação social. Também foram identificados processos de adoecimento, promovidos a partir do trabalho, semelhantes aos dos demais trabalhadores. Os resultados positivos e as limitações e barreiras encontradas pelas PcD possibilitaram recomendações quanto a ampliar as atribuições legais de programas de inclusão no mundo do trabalho para além da ocupação de vagas possibilitada pela Lei de Cotas, enfatizando a necessidade de atender à complexidade dos processos. É fundamental que os programas reforcem o estudo de postos de trabalho e as habilidades das pessoas e suas experiências, bem como o acompanhamento da permanência no trabalho como estratégias para possibilitar a maior participação no mundo do trabalho respeitando-se o direito ao trabalho como parte da contribuição das pessoas na construção do mundo.
Resumo inglês:From the twentieth century, both in Brazil and in other countries, legislation is well known, which aims to promote the inclusion of people with disabilities in different social spheres, be they educational, work or leisure. In this way, this research seeks to contribute to the debates about the challenges posed for the participation of persons with disabilities in the world of work, through the understanding that people with disabilities have about this experience considering how they recognize themselves in the world of work and how they identify the meaning of work in their lives. This is a qualitative case study that aims to analyze the work experiences of people with disabilities participating in the ATO Project - Work and Opportunity Action, held in the city of São Carlos - SP. The study was developed in two stages: (i) documentary research in the Project files, such as activity reports and other available records; and (ii) semi-structured interviews with people with disabilities who dealt with their daily lives: a) when they were included by the ATO Project; b) during the phase in which the Project was active; c) after the closing of the Project until the moment of the interview. The information in the reports and records of the Project were presented seeking to build a timeline for the activities, actions and strategies carried out. The interviews were analyzed from the categorical content analysis. According to documentary research, among the 85 people who were included in the work world by the Project, 15 presented interaction profile and interpersonal communication. Through telephone contact and social networks, five of these 15 people agreed to participate in the study. Through a transcription process, interview data were organized into categories, considering the issues that were addressed in the interviews: Life before the ATO Project; The insertion in the Project and its Consequences; Life after the ATO Project. These categories indicated the prevalence of work in the industries of transformation, education, commerce and services, from subjects such as employability restricted to that provided by the Quota Law; the type of function performed in a company in accordance with the constraints; the stereotype in relation to the type of disability; levels of schooling and new job opportunities, influenced by the type of disability; the re-signification of social participation; interpersonal relationships and their development; the execution of the tasks of daily life; the importance of the support network and the quotidian It can be observed that interpersonal relations were promoted or improved with inclusion in the work as well as positive changes, which led the DPs to new positions and protagonism in the family and financial organization, the expansion of their support networks, purchasing power and social participation. Processes of illness, promoted from work, similar to those of other workers have also been identified. The positive results and the limitations and barriers encountered by the DPs enabled recommendations to expand the legal attributions of inclusion programs in the world of work beyond the occupation of vacancies made possible by the Quota Law, emphasizing the need to attend to the complexity of the processes. It is essential that the programs strengthen the study of jobs and people skills and their experiences, as well as the monitoring of the permanence in the work as strategies to enable greater participation in the world of work respecting the right to work as part of the contribution of people to the construction of the world.