Campesinato e agroecologia na Colômbia: um estudo sobre as práticas produtivas e a relação com a natureza dos camponeses da Associação de Apicultores do Maciço Colombiano - APIMACIZO

The aim of this research is to analyze the model of appropriation of nature from the concept of Agroecology, in a group of peasants associated in the Association of Beekeepers of the Colombian Macizo -APIMACIZO-, located in the municipality of La Vega, department of Cauca, Colombia. The fieldwork wa...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Cadena Bastidas, Diana Carolina lattes
Orientador/a: Souza Esquerdo, Vanilde Fererreira de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de São Carlos
Câmpus Araras
Programa: Programa de Pós-graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural (Campus ARARAS)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/10184
Resumo Português:A presente pesquisa teve como objetivo geral analisar o modelo de apropriação da natureza a partir do conceito de Agroecologia, em um grupo de camponeses associados na Associação de Apicultores do Maciço Colombiano - APIMACIZO, localizada no município de Vega, departamento de Cauca, Colômbia. O trabalho de campo foi desenvolvido durante o segundo semestre de 2016 e o primeiro semestre de 2017, período onde foram aplicados questionários semiestruturados, aos 41 membros da Associação, onde cada um representa uma família. Assim como também foi aplicada a metodologia de história oral, por meio de relatos orais, além de usar diário de campo como instrumento complementár na pesquisa. A estrutura do texto está organizada em quatro capítulos, dos quais três referem-se aos artigos produtos desta pesquisa (capítulo um, dois e três). O capítulo um teve como objetivo analisar o processo de surgimento e consolidação da atividade apícola na APIMACIZO, a metodologia aplicada foi a história oral. Uma das conclusões foi a articulação de diferentes setores à prática apícola, assim como a reivindicação da identidade camponesa-apícola na região. O capítulo dois teve como objetivo descrever a forma organizativa dos membros da Associação de Apicultores do Maciço Colombiano - APIMACIZO, assim como seus sistemas produtivos familiares e as relações de trabalho na localidade, para tanto, foram aplicados questionários entre os camponeses da associação, como conclusão conseguimos evidenciar as relações do trabalho agrícola as quais são baseadas nos princípios da reciprocidade e solidariedade, que têm sido fundamentais para a organização deste grupo. O capítulo três teve como objetivo analisar o modelo de produção realizado pelos membros da Associação de Apicultores do Maciço Colombiano - APIMACIZO a partir do marco teórico da agroecologia, metodologicamente foi feito primeiro uma revisão bibliográfica focando nossa análise ao conceito de agroecologia na Colômbia. Posteriormente se fez uso dos dados coletados em campo para analisar o conhecimento que os camponeses tinham sobre agroecologia. Um dos resultados mais significativos foi verificar que os camponeses possuem profundo respeito à natureza ao não abandonarem práticas produtivas tradicionais (plantio na floresta, consórcio com outras culturas, diversidade de espécies, culturas crioulas) e relações de trabalho, as quais são baseadas na solidariedade e reciprocidade entre os familiares e os vizinhos. Estas relações de trabalho na produção rural são a forma de como os camponeses da APIMACIZO se articulam com a natureza, ou seja, apropriam a natureza através do trabalho para tornar- lo um elemento social.
Resumo inglês:The aim of this research is to analyze the model of appropriation of nature from the concept of Agroecology, in a group of peasants associated in the Association of Beekeepers of the Colombian Macizo -APIMACIZO-, located in the municipality of La Vega, department of Cauca, Colombia. The fieldwork was developed during the second semester of 2016 in the first semester of 2017, a period in which semi-structured interviews were carried out with questionnaires, which were applied to 41 members of the Association, as well as open interviews that served as an input to implement the oral history methodology. The text is organized into four chapters, whereby three (chapters, one, two, three) are articles of this research. Chapter one aimed to analyze the process of emergence and consolidation of apicultural activity in APIMACIZO, the methodology used was based on semi-structured interviews and oral history (in order to understand the dynamics of the group through time through the oral reports), as a result there was an articulation of different sectors in apicultural practice, as well as the vindication of the peasant-beekeeper identity in the region. Chapter two aimed to describe the organizational form of the members of APIMACIZO, as well as their family productive systems and labor relations in the region. For this, questionnaires were used among the peasants of the association, as a conclusion it was possible to show that the relationships of the agricultural work are based on principles of reciprocity and solidarity, which have been fundamental for the organization of this group. Chapter three aimed to analyze the production model made by the members of the Association, based on the theoretical framework of agroecology. Methodologically, a bibliographic review was first carried out on the concept of Agroecology in Colombia, as well as on public policies of sustainable rural development. Subsequently, data collected in the field was used to investigate the knowledge of the interviewees about agroecology. One of the most significant results was to verify that peasants of APIMACIZO have a great respect for nature by not abandoning their traditional productive practices (sowing with shade, short and medium rotation crops, species diversity and variety of native seeds) and labor relations, which are based on solidarity and reciprocity among family members and neighbors. These working relationships in rural production are the way the peasants of APIMACIZO articulate with nature, that is, they appropriate nature through work to make it a social element.