A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE E O DESAFIO DE PROMOVER A PARTICIPAÇÃO: um estudo sobre o Programa Jovem Aprendiz do SENAC Pelotas

This work deals with the Youth National Policy, emphasizing the development of youth participation in the Young Apprentice Program PJA from SENAC-Pelotas. It has as a legal framework the Youth National Policy, the Federal Constitution of 1988 and the Child and Adolescent Stature. It studies the gene...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Silva, Roselani Maria Sodré da lattes
Orientador/a: Silva, Vini Rabassa da lattes
Banca: Fagundes, Helenara Silveira lattes, Medeiros, Mara Rosange Acosta de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Catolica de Pelotas
Programa: Mestrado em Política Social
Department: Social
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede.ucpel.edu.br:8080/jspui/handle/tede/159
Citação:SILVA, Roselani Maria Sodré da. A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE E O DESAFIO DE PROMOVER A PARTICIPAÇÃO: um estudo sobre o Programa Jovem Aprendiz do SENAC Pelotas. 2011. 124 f. Dissertação (Mestrado em Social) - Universidade Catolica de Pelotas, Pelotas, 2011.
Resumo Português:Este trabalho trata da Política Nacional de Juventude, enfatizando o desenvolvimento da participação juvenil no Programa Jovem Aprendiz-PJA do SENAC-Pelotas. Tem, como marco legal, a Política Nacional de Juventude, a Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA. Estuda a gênese da Política Nacional de Juventude; os sentidos atribuídos à juventude no cenário das últimas décadas; a condição, a situação e a participação juvenil na contemporaneidade. Apresenta uma pesquisa realizada no PJA, do SENAC-Pelotas, no ano de 2010, sobre as repercussões deste Programa no desenvolvimento da participação dos jovens da faixa etária de 18 a 24 anos. Específicamente, buscou conhecer o conceito de participação da atual Política Nacional de Juventude traduzida no PJA; verificar como o PJA, desenvolvido pelo SENAC-Pelotas, em 2010, promoveu a participação entre os seus participantes; analisar os efeitos do PJA no desenvolvimento da participação dos integrantes do programa; descobrir as contribuições e limites da PNJ no desenvolvimento da participação entre jovens aprendizes. Como uma abordagem qualitativa, utilizou pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas como instrumento para a escuta dos jovens envolvidos no PJA/2010. Constatou-se, na PNJ, o esforço na criação de espaços de interlocução entre Governo e Representação Juvenil, porém, sem reflexo na prática desenvolvida nos programas da PNJ. A análise das falas dos jovens entrevistados evidenciou um significativo desconhecimento da existência de uma PNJ e dos programas, projetos e ações em desenvolvimento. A avaliação do PJA aponta para a ênfase no fomento da participação solidária e na inserção no mercado de trabalho. As atividades de preparação dos jovens para um desempenho profissional eficiente também apresentam reflexos no aumento da autoestima, da criticidade e da capacidade argumentativa deles, sinalizando as possibilidades dentro dos itinerários formativos dos programas da PNJ, para desenvolver maior protagonismo dos jovens nas políticas públicas. Assim, entende-se como contribuição principal do PJA para fomentar a participação dos jovens: a realização de atividades educativas para desenvolver as habilidades de comunicação, expressão e relações interpessoais e de motivação à participação solidária, além das potencialidades existentes dentro dos itinerários formativos dos programas da PNJ para promover a discussão sobre a PNJ e a sua efetividade entre os jovens brasileiros. Porém, contraditoriamente,este Programa tende a reforçar a identificação de política social como responsabilidade do setor privado, ocultando o caráter público da política da juventude
Resumo inglês:This work deals with the Youth National Policy, emphasizing the development of youth participation in the Young Apprentice Program PJA from SENAC-Pelotas. It has as a legal framework the Youth National Policy, the Federal Constitution of 1988 and the Child and Adolescent Stature. It studies the genesis of the Youth National Policy, the views attributed to the youth in the scenario of the latest decades, as well as the condition, the situation and the youth participation in the contemporaneity. It presents a research carried out in the PJA, from SENAC Pelotas, on the repercussions of this Program in the development of the participation of people in the 18-24 age group in2010. In a specific way, it aimed at understanding the concept of participation of the current Youth National Policy dealt in the PJA; checking how the PJA, developed by SENAC, in Pelotas, in 2010, promoted the participation involving the participants; analyzing the PJA effects in the development of participation of the program members; finding the PNJ contributions and limitations in the development of participation among apprentice young people. Based on a qualitative approach, a research using documents and semi-structured interviews was used as an instrument to have the opinion from the young participants involved in the PJA/2010 collected. It was noticed, in the PNJ, the effort to create spaces for an interlocution between the Government and Youth Representation, although with no consequence in the practice developed in the PNJ programs. The analysis of interviews showed a significant lack of knowledge concerning the existence of the PNJ and the programs, projects and actions under development. The PJA evaluation points out the emphasis on encouraging the joint participation and the placement in the labor market. The activities to prepare the Young people for an efficient professional performance also present an improvement in their self-esteem, critical point of view and argumentative capacity, highlighting the possibilities within the training routes in the PNJ programs, to develop a major role of young people in public policies. Thus, it can be seen as the main contribution from PJA encouraging the participation of young people: the carrying out of educational activities to develop the skills of communication, expression and interpersonal relationships and motivation to joint participation besides the existing potential within the training routes for the PNJ programs to promote the discussion concerning the PNJ and its effectiveness among the Brazilian people in the age group studied. However, this Program, as it is being developed, tends to, contradictorily, reinforce the identification of a social policy as a responsibility of the private sector, hiding the public character of the youth policy