UEL
Master Thesis

Desenvolvimento de método para diagnóstico da paracoccidioidomicose humana utilizando antígeno recombinante de Paracoccidioides brasiliensis

Paracoccidioidomicose (PCM) é uma micose sistêmica causada por Paracoccidioides brasiliensis. É considerada a micose sistêmica de maior prevalência na América do Sul, principalmente no Brasil, o qual apresenta o maior número de casos. A glicoproteína de 43 kDa, gp43, é o principal antígeno utilizado...

Full description

Main Author: Tatiana Reichert da Silva Assunção
Other Authors: Mário Augusto Ono ., Eiko Nakagawa Itano, Elaine Cristina Teixeira Florian
Format: Master Thesis
Language: por
Published: Universidade Estadual de Londrina. Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Patologia Experimental. 2012
Subjects:
Online Access: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000172306
Summary:
Paracoccidioidomicose (PCM) é uma micose sistêmica causada por Paracoccidioides brasiliensis. É considerada a micose sistêmica de maior prevalência na América do Sul, principalmente no Brasil, o qual apresenta o maior número de casos. A glicoproteína de 43 kDa, gp43, é o principal antígeno utilizado no diagnóstico e epidemiologia da PCM. O objetivo deste trabalho foi produzir gp43 recombinante na forma solúvel para utilização no diagnóstico de PCM humana. Para a produção da proteína recombinante, primeiramente o gene gp43 foi clonado em vetor de expressão pETTEV. Algumas construções do gene neste vetor foram feitas com a finalidade de obter melhor expressão e solubilidade da proteína. Para isso, foram realizadas estratégias para deleção de 20 aminoácidos das regiões N-terminal e/ou C-terminal. A proteína, com deleção na região N-terminal (gp43ΔNt), foi produzida em E. coli BL21 e purificada por cromatografia de afinidade. Sua reatividade foi avaliada empregando-se soros de pacientes com PCM. A gp43ΔNt, apesar de ter sido obtida na forma insolúvel, apresentou semelhanças em relação à gp43 nativa e foi reconhecida por soros de pacientes com PCM nos testes de ELISA indireto, Western blot e dot blot. Os melhores resultados foram observados quando utilizada em dot blot, apresentando 100% de correlação com o teste de Imunodifusão Radial Dupla (IDRD) que é o método mais usado no diagnóstico da micose. Portanto, o teste de dot blot com gp43ΔNt pode ser útil no diagnóstico da PCM em humanos.