A centralidade dos Programas de Transferência de Renda na Agenda Social do MERCOSUL

The Mercosur began in 1991, as a strategic political in order to increase the trade among countries of the region, however, since 2000 advances in the establishment of a social agenda were evidenced. In the last decade, institutional mechanisms were created to the social agenda accomplishment in the...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Lima, Karine Fabiane de lattes
Orientador/a: Costa, Lucia Cortes da lattes
Co-advisor: Mandalozzo, Silvana S.n. lattes
Banca: Bourgiugnon, Jussara Ayres lattes, Valle, Alejandro Hugo Del lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Sociedade, Direito e Cidadania
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/208
Citação:LIMA, Karine Fabiane de. The centrality of Income Transference Programs on Social Agenda of MERCOSUR. 2014. 177 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Direito e Cidadania) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grossa, 2014.
Resumo Português:O MERCOSUL teve início em 1991, como uma estratégia política para elevar o comércio entre os países da região, no entanto, a partir de 2000 evidencia avanços no estabelecimento de uma agenda social. Na última década, foram criados mecanismos institucionais voltados para a realização da agenda social no MERCOSUL. A Agenda Social do MERCOSUL compreende um conjunto de medidas voltadas para o desenvolvimento dos países do bloco, tendo prioridade as medidas para redução dos níveis de pobreza. Entre as medidas adotadas pelos governos da região, ganharam destaque os programas de transferência de rendas como forma de redução da pobreza. A pesquisa busca analisar as características dos programas de transferência de rendas nos países do bloco, a forma de operacionalização e cobertura, e a sua inclusão ou não dentro do campo da seguridade social. O objetivo geral é avaliar a centralidade dos programas de transferência de rendas dentro da Agenda Social do MERCOSUL e sua articulação com as medidas adotadas pelo Governo Brasileiro. A perspectiva adotada para análise do objeto de estudo é dada pela teoria crítica, incorporando categorias marxistas na discussão sobre capitalismo, globalização e pobreza. A metodologia parte da pesquisa bibliográfica, estudo documental e coleta de dados por meio de entrevista semi- estruturada com técnicos do Instituto Social do MERCOSUL.
Resumo inglês:The Mercosur began in 1991, as a strategic political in order to increase the trade among countries of the region, however, since 2000 advances in the establishment of a social agenda were evidenced. In the last decade, institutional mechanisms were created to the social agenda accomplishment in the Mercosur. The social agenda in Mercosur comprehends a group of measure directed towards the country development of trading bloc, with the decreasing priority of the poverty level. Among the measures adopted by region government, income transference programs were evidenced as a way to decrease the poverty. The research aims to analyse the characteristics of the income transference programs in countries of trading bloc, its way of operationalization and coverage, its inclusion or not inside the social security field. The general aim is evaluating the centrality of income transference programs on social agenda of Mercosur and its articulation with the measures adopted by the Brazilian Government. The perspective adopted in order to analyse the study object is given by the critical theory, incorporating Marxist categories for discussion about capitalism, globalization and poverty. The methodology comes through the bibliographical research, documental study and data collection through interviews with technicians from Mercosur Social Institute.