ECOTURISMO: ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL DE VALORIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO NATURAL E CULTURAL DA TERRA INDÍGENA MANGUEIRINHA, PR

Este estudo, aqui denominado de caminhada, tem por objetivo discutir as (im)possibilidades do ecoturismo como alternativa sustentável de valorização do patrimônio cultural e natural dos povos da Terra Indígena Mangueirinha, PR. O espaço de pesquisa está localizado entre três Municípios do Sudoeste d...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2007
Main Author: Baggio, Anery Junior lattes
Orientador/a: Oliveira Junior, Constantino Ribeiro de lattes
Banca: Gebara, Ademir lattes, Munhoz, Divanir Eulália Naressi lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Sociedade, Direito e Cidadania
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/247
Citação:BAGGIO, Anery Junior. ECOTURISMO: ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL DE VALORIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO NATURAL E CULTURAL DA TERRA INDÍGENA MANGUEIRINHA, PR. 2007. 180 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Direito e Cidadania) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grossa, 2007.
Resumo Português:Este estudo, aqui denominado de caminhada, tem por objetivo discutir as (im)possibilidades do ecoturismo como alternativa sustentável de valorização do patrimônio cultural e natural dos povos da Terra Indígena Mangueirinha, PR. O espaço de pesquisa está localizado entre três Municípios do Sudoeste do Paraná, Chopinzinho, Mangueirinha e Coronel Vivida. O recorte temporal concentrou o olhar sobre as práticas de visitação ocorridas no espaço até o ano de 2006. Nesta investigação social o pesquisador seguiu os procedimentos da pesquisa qualitativa valendo-se de um enfoque interdisciplinar. Ao longo do caminho, utilizou da entrevista semi-estruturada realizada com lideranças e técnicos de influência na Terra Indígena. Em um segundo momento, recorreu à pesquisa participante para manter contato com os sujeitos do espaço visitado. Os pontos de des(re)encontro entre os discursos dos sujeitos e os fundamentos teóricos relacionados ao estudo foram registrados e interpretados por meio dos métodos de análise de conteúdo, elegendo-se categorias teóricas de análise segundo Honey (1999) e também categorias surgidas do discurso dos entrevistados. Ao final da caminhada, o pesquisador percebeu que o espaço visitado possui elementos sócio-ambientais significativos para o desenvolvimento do ecoturismo, sendo que visitantes e visitados reconhecem o significado e a atratividade sócio-ambiental do espaço e formas de geração de recursos por meio da conservação da área. Os visitados apreciam as visitas como forma de promoção da interculturalidade e como alternativa de renda e incremento das práticas econômicas associadas ao turismo a exemplo da venda do artesanato, ao passo que os visitantes ainda apresentam um conceito cristalizado