AS POLÍTICAS DE PROTEÇÃO SOCIAL E A SEGURANÇA ALIMENTAR: SOBREPESO E OBESIDADE EM ADOLESCENTES BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA - PARANÁ

The current change in the nutritional status of the Brazilian population is characterized by the reduction of malnutrition and the increase in the prevalence of overweight and obesity. Adolescence, not always a healthy lifestyle period, is particularly affected by these changes. Cultural, biological...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Eickhoff, Gilcéia Luciane Dallagassa lattes
Orientador/a: Pinto, Márcia Helena Baldani lattes
Co-advisor: Freitas Júnior, Miguel Archanjo de lattes
Banca: Ditterich, Rafael Gomes lattes, Oliveira Junior, Constantino Ribeiro de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Sociedade, Direito e Cidadania
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/362
Citação:EICKHOFF, Gilcéia Luciane Dallagassa. The policies for social protection and food security: profile of overweight and obesity in adolescents beneficiaries of the Bolsa Família Program in the city of Ponta Grossa. 2014. 150 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Direito e Cidadania) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grossa, 2014.
Resumo Português:A atual mudança no perfil nutricional da população brasileira é caracterizada pela redução da desnutrição e pelo aumento na prevalência de sobrepeso e de obesidade. A adolescência, período com estilos de vida nem sempre saudáveis, é particularmente atingida por essas alterações. Aspectos culturais, biológicos e sociais podem determinar uma condição de vulnerabilidade, para a qual as políticas públicas devem se voltar. Assim, as estratégias de Segurança Alimentar e Nutricional devem ocorrer de forma conjugada nas três instâncias do poder. No que se refere à vulnerabilidade alimentar, o Programa Bolsa Família - PBF merece destaque. O estudo teve como objetivo descrever a evolução das políticas de segurança alimentar e nutricional no município de Ponta Grossa - PR e delinear o atual perfil nutricional e os fatores determinantes, em adolescentes beneficiários do PBF do município de Ponta Grossa - PR. Foi realizada uma pesquisa quantitativa descritiva, com 313 adolescentes entre 10 a 17 anos, beneficiários do PBF que estudam em escolas públicas estaduais. As condições socioeconômicas foram levantadas por meio de questionário aplicado aos pais. E, para avaliar o perfil nutricional dos adolescentes, foi aplicado um questionário utilizado na Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar - PeNSE - 2009 e coletados dados antropométricos, como a idade, o peso, a altura e a circunferência da cintura. O estado nutricional foi classificado com base na Organização Mundial de Saúde (2007) e, para interpretação dos dados de cintura abdominal, foi utilizado o parâmetro proposto por Fernández (2004). A maioria dos pais encontra-se na faixa de 31 a 48 anos, com predomínio da classe social C2 (42,4%) e renda familiar entre 251 e 500 reais. Sobre as mães, 60% são analfabetas ou possuíam somente a primeira fase do ensino fundamental. Aproximadamente 50% de famílias são chefiadas pelo pai, e aproximadamente 40%, pela mãe. Em 15% das famílias há mais de dois moradores por dormitório e o número médio de moradores por domicílio foi de 3,79%. O perfil nutricional, de forma geral, mostrou-se melhor do que o observado no restante do Estado do Paraná ou mesmo do país, fato verificado pelo menor índice de sobrepeso e menor consumo de alimentos não saudáveis. As meninas apresentaram maior prevalência de sobrepeso e obesidade, sendo que 36,7% não praticam atividade física. A TV é o equipamento eletrônico com maior tempo diário de utilização, somando mais de 7 horas diárias. As políticas sociais dos governos federal, estadual e municipal coexistem no município, colaborando, possivelmente, para o atual perfil existente. Apesar dos possíveis vieses e de ser um estudo transversal, os resultados podem ser indícios de efetividade das políticas, embora sejam necessários estudos com delineamentos mais complexos.
Resumo inglês:The current change in the nutritional status of the Brazilian population is characterized by the reduction of malnutrition and the increase in the prevalence of overweight and obesity. Adolescence, not always a healthy lifestyle period, is particularly affected by these changes. Cultural, biological and social aspects may determine a condition of vulnerability, for which policies must address. Thus, strategies for food and nutrition security must occur in a conjugate way in the three levels of power. With regard to food vulnerability, the Bolsa Familia Program - PBF must be highlighted. The study aimed to describe the evolution of policies for food and nutrition security in the city of Ponta Grossa - PR and outline the current nutritional status and determinants in adolescents BFP beneficiaries of Ponta Grossa - PR. A descriptive quantitative research with 313 adolescents aged 10 to 17 years, BFP beneficiaries studying in public schools was held. Socioeconomic conditions have been raised through a questionnaire administered to parents. In order to assess the nutritional status of the adolescents, a questionnaire used in National Survey of School Health - PeNSE - 2009 was applied and anthropometric data, such as age, weight, height and waist circumference was collected. Nutritional status was classified according to the World Health Organization, and data interpretation of waist circumference used parameter proposed by Fernández (2004). Most parents lies in the range 31-48 years, with predominance of social class C2 (42.4%) and family income between 251 and 500 reals. On mothers, 60% were illiterate or had only the first stage of basic education. Approximately 50% of households are headed by his father and about 40% for the mother. 15% of families have more than two residents per bedroom, and the average number of residents per household was 3.79%. The nutritional status, in general, proved to be better than that observed in the rest of Paraná state or even the country, a fact verified by the lower rate of overweight and lower consumption of unhealthy foods. Girls had a higher prevalence of overweight and obesity, with 36.7% not practicing physical activities. The TV is the electronic equipment with higher daily usage time, adding more than 7 hours daily. Social policies of the federal, state and municipal governments coexist in the city, collaborating, possibly for the current existing status. Despite the possible biases and being a cross-sectional study, the results can be evidence of the effectiveness of policies, although studies with more complex designs are necessary.