"AGORA SOU OUTRO!”: PROPAGANDAS E EDUCAÇÃO SANITÁRIA NOS ALMANAQUES DE FARMÁCIA (1900-1945)

The almanacs were present among the peoples of the West to the East. Walking through the centuries, this kind of publication was diverse content, from leisurely games to moral advice, health and hygiene, being thus in a unique publication, from the fifteenth century to the present. In Brazil it was...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Lara, Caroline de lattes
Orientador/a: Chaves, Niltonci Batista lattes
Banca: Zulian, Rosângela Wosiack lattes, Nadal, Yasmin Jamil lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em História
Department: História, Cultura e Identidades
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/376
Citação:LARA, Caroline de. "AGORA SOU OUTRO!”: PROPAGANDAS E EDUCAÇÃO SANITÁRIA NOS ALMANAQUES DE FARMÁCIA (1900-1945). 2016. 140 f. Dissertação (Mestrado em História, Cultura e Identidades) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grosssa, 2016.
Resumo Português:Os almanaques estiveram presentes entre vários povos, do Ocidente ao Oriente. Percorrendo os séculos, esse tipo de publicação contou com conteúdos diversificados, desde jogos de lazer, à conselhos morais, de saúde e higiene, constituindo-se assim, numa publicação ímpar, desde o século XV até a atualidade. No Brasil foi a partir do século XVIII que houve a disseminação desse tipo de material a partir dos chamados almanaques das cidades. Em meados do século XIX, são os almanaques de farmácia que passaram a ser os mais utilizados e consultados em território nacional. Através de sua persuasão, essas publicações absorveram as discussões nacionais acerca de nacionalidade, progresso e reformulação do novo cidadão brasileiro, aquele que iria progredir juntamente com o país e ajudá-lo a caminhar para um horizonte mais profícuo. O ideal do cidadão brasileiro passou a ser representado nas propagandas dos almanaques de farmácia, atingindo o imaginário social. Desta forma, tais ferramentas persuasivas foram importantes na disseminação de noções de higiene, profilaxia e educação sanitária, corroborando com o projeto de progresso da nação. Discutiram sobre as doenças do campo, da cidade, perpassando pelas crianças e mulheres. Dialogaram com os discursos do saneamento rural e higienização dos corpos. Assim, as propagandas dos almanaques de farmácia foram importantíssimas ferramentas de apoio de um ideal de modernização pelo viés da saúde e educação sanitária, principalmente durante as primeiras décadas do século XX.
Resumo inglês:The almanacs were present among the peoples of the West to the East. Walking through the centuries, this kind of publication was diverse content, from leisurely games to moral advice, health and hygiene, being thus in a unique publication, from the fifteenth century to the present. In Brazil it was from the eighteenth century there was the spread of such material from so-called almanacs cities. In the mid-nineteenth century, the almanacs that have become the most used and consulted in the country. Through persuasion, these publications have absorbed national discussion about nationality, progress and reformulation of new Brazilian citizen, one that would safeguard the country and help you move towards a more fruitful horizon. The ideal of the Brazilian citizen was represented in advertisements of almanacs, reaching the social imaginary. Thus, such persuasive mechanisms were important tools persuasive in disseminating notions of hygiene, prevention and health education, confirming the progress of the nation project. They discussed about the diseases of the field, the city, passing by children and women. Dialogued with the speeches of rural sanitation and hygiene bodies. Thus, advertisements of almanacs were very important tools to support an ideal of upgrading the perspective of health and health education, especially during the first decades of the twentieth century.