O ATENDIMENTO PÚBLICO EM HIV/AIDS NA CIDADE DE PONTA GROSSA – PR E A VISÃO DAS EQUIPES MULTIDISCIPLINARES SOBRE A UTILIZAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE HUMANIZAÇÃO NO GERENCIAMENTO DA EPIDEMIA

Since the advent of AIDS in the 1980’s, much has been discussed about this syndrome. Either by strands designated as 'scientific' or not, the matter raised polemics, controversies, but also caused to science to put on demand urgent studies on the treatment of this disease. In Brazil, the a...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Wisniewski, Marcelo lattes
Orientador/a: Barros, Solange Aparecida Barbosa de Moraes lattes
Co-advisor: Leandro, Jose Augusto lattes
Banca: Luz, Araci Asinelli lattes, Bourgiugnon, Jussara Ayres lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Sociedade, Direito e Cidadania
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/230
Citação:WISNIEWSKI, Marcelo. O ATENDIMENTO PÚBLICO EM HIV/AIDS NA CIDADE DE PONTA GROSSA – PR E A VISÃO DAS EQUIPES MULTIDISCIPLINARES SOBRE A UTILIZAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE HUMANIZAÇÃO NO GERENCIAMENTO DA EPIDEMIA. 2015. 121 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Direito e Cidadania) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grossa, 2015.
Resumo Português:Desde o advento da AIDS nos anos 1980, muito se discutiu a respeito desta síndrome. Seja por vertentes designadas como ‘científicas’ ou não, o assunto suscitou polêmicas, controvérsias, mas também, provocou a Ciência a colocar em demanda de urgência estudos sobre o tratamento dessa enfermidade. No Brasil, a chegada de terapias antirretrovirais inovadoras a partir da segunda metade dos anos 1990, bem como a obrigatoriedade de sua distribuição gratuita pelo sistema público de saúde, contribuiu, indiscutivelmente, para o incremento na longevidade e qualidade de vida dos portadores de HIV. Superada essa fase, a epidemia mantém sua trajetória e outras demandas, dentre elas, a adesão às terapias medicamentosas, delinearam-se como elementos imperativos para o sucesso terapêutico sobre esta síndrome. Nesta pesquisa, pretendeu-se resgatar historicamente a implantação dos serviços públicos de atendimento para portadores de HIV/AIDS em Ponta Grossa – PR, sob o ponto de vista das equipes multidisciplinares envolvidas. Destacou-se a trajetória histórica da gestão desses pacientes à luz da chegada da Política Nacional de Humanização (PNH). Buscou-se, também, verificar como os profissionais envolvidos assimilaram essa política no Sistema Único de Saúde para desenvolver estratégias de promoção à adesão às terapias antirretrovirais. A metodologia proposta nessa pesquisa foi realizada através da análise qualitativa do tema por meio de pesquisa exploratória. Utilizando-se de elementos como: a revisão teórica, a pesquisa documental através de jornais, revistas e filmes sobre o tema HIV/AIDS; e entrevistas com profissionais que atuaram e atuam no tratamento de pacientes portadores de HIV, para posterior análise de conteúdo. O resultado obtido com essa pesquisa demonstrou a subutilização da PNH como ferramenta incentivadora da adesão as terapias antirretrovirais no município de estudo.
Resumo inglês:Since the advent of AIDS in the 1980’s, much has been discussed about this syndrome. Either by strands designated as 'scientific' or not, the matter raised polemics, controversies, but also caused to science to put on demand urgent studies on the treatment of this disease. In Brazil, the arrival of innovative antiretroviral therapies from the second half of the 1990’s as well as the requirement for free distribution by the public health system, contributed undoubtedly to increase longevity and quality of life of people with HIV. Overcome this phase, the epidemic maintains its trajectory and other demands, among them, adherence to drug therapies, were outlined as mandatory elements for the successful treatment of this syndrome. In this study, it was intended to historically rescue the deployment of public services care for HIV / AIDS in Ponta Grossa - PR, from the point of view of multidisciplinary teams involved. Moreover, it was emphasized the historical trajectory of the management of these patients during the arrival of the National Humanization Policy (PNH). And how these professionals involved have assimilated this police of the Unified Health System to develop promotion strategies for adherence to antiretroviral therapies. The methodology proposed in this research was conducted through a qualitative analysis of the subject throught exploratory research. Using elements such as: a literature review, documentary research through newspapers, magazines and movies on the HIV/AIDS issues; and interviews with professionals who acted and act in the treatment of patients with HIV for further analysis of content. The results obtained from this research demonstrated the underspending of PNH as supportive tool to adherence of antiretroviral therapies in the researched county.