COOPERADOS E COOPERATIVA NAS REPRESENTAÇÕES E PRÁTICAS NA COASUL COOPERATIVA AGROINDUSTIAL

This work is the result of research developed over the Masters in Applied Social ciences by the University of Ponta Grossa, Paraná (UEPG), addressing the cooperative practices and representations of Coasul cooperative Cooperativa Agroindustrial, São João, PR. The Coasul was founded in 1969 and coope...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Fachin, Rosicléia
Orientador/a: Santos, Andrea de Paula dos lattes
Banca: Ribeiro, Suzana Lopes Salgado lattes, Weirich Neto, Pedro Henrique lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Sociedade, Direito e Cidadania
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/287
Citação:FACHIN, Rosicléia. COOPERADOS E COOPERATIVA NAS REPRESENTAÇÕES E PRÁTICAS NA COASUL COOPERATIVA AGROINDUSTIAL. 2009. 117 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Direito e Cidadania) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grossa, 2009.
Resumo Português:O presente trabalho é resultado da pesquisa desenvolvida ao longo do Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas, da universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), abordando o cooperativismo nas práticas e nas representações dos cooperados da Coasul Cooperativa Agroindustrial, com sede em São João, PR. A Coasul foi fundada em 1969, e congrega mais de 3000 cooperados de vinte municípios da região sudoeste e centro-oeste do estado do Paraná, tendo grande importância econômica, social e cultural na vida de milhares de pessoas. Ao longo de sua trajetória desenvolveu atividades econômicas relacionadas à agricultura, tendo como principais os plantios de milho, soja e trigo, com produção direcionada tanto para o consumo interno tanto para a comercialização com grandes empresas e a industrialização. O objetivo da pesquisa foi estudar como os cooperados participam e como percebem, interpretam e atribuem significados à cooperativa. Que práticas são valorizadas ou não? Como são construídas as representações dessas práticas? Esses foram os focos deste trabalho de campo e reflexões teóricas, considerando a história do cooperativismo, os princípios cooperativistas, os valores defendidos pelas práticas cooperativistas e os confrontos com a realidade das vivências pelos cooperados, suas experiências. Buscou-se produzir registros documentais, resultantes de uma observação participante, tais como histórias de vida e caderno de campo. Também foram utilizados nas análises os documentos escritos, como Atas da Cooperativa, que representam o cotidiano das decisões dos cooperados, principalmente no momento de fundação. Espera-se, desta forma, contribuir para que se reflita sobre as possibilidades e os limites do cooperativismo tradicional contemporâneo. Palavras-chave: Cooperativismo. Representações sociais. Práticas cooperativistas, sudoeste do Paraná. Cooperativismo agrícola.
Resumo inglês:This work is the result of research developed over the Masters in Applied Social ciences by the University of Ponta Grossa, Paraná (UEPG), addressing the cooperative practices and representations of Coasul cooperative Cooperativa Agroindustrial, São João, PR. The Coasul was founded in 1969 and cooperated together over 3,000 of twenty counties in southwest and central region west of the state of Parana, with major economic, social and cultural life of thousands of people. Throughout its history developed economic activities related to agriculture, with the main crops of corn, soybeans and wheat, with production targeted for both domestic consumption for both large companies with marketing and industrialization. The objective of the research was studying how involved cooperated and how they perceive, interpret and give meaning to cooperative. Practices that are valued or not? How are they constructed the representations of these practices? These are the focuses of this fieldwork and theoretical, considering the history of the cooperative, the cooperative principles, the values defended by the cooperative practices and clashes with the reality of the experiences cooperated, their experiences. We tried to produce documentary records, obtained by participant observation such as stories of life and the field notebook. Were also used in the written tests, as Minutes of the Cooperative, which represent the life of the decisions cooperated, especially in time of foundation. It is expected, thus contributing to that reflects on the possibilities and limits of the traditional cooperative contemporary.