ATENDIMENTO E TRATAMENTO ÀS PESSOAS QUE FORAM ATINGIDAS PELA HANSENÍASE – A PARTIR DO GRUPO DE APOIO NO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA – PR

Leprosy is a sickness that has been around for thousands of years, and since the biblical times has always been a focus of various discussions. For a long time, a person infected with leprosy was isolated from society, excluded, as well as called leper, unclean, dirty, and a sinner. In this sense, L...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Santos, Aparecida Garcia dos lattes
Orientador/a: Silva, Lenir Aparecida Mainardes da lattes
Banca: Velozo, Emerson Luís lattes, Antunes, Alfredo Cesar lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Sociedade, Direito e Cidadania
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/249
Citação:SANTOS, Aparecida Garcia dos. ATENDIMENTO E TRATAMENTO ÀS PESSOAS QUE FORAM ATINGIDAS PELA HANSENÍASE – A PARTIR DO GRUPO DE APOIO NO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA – PR. 2016. 187 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Direito e Cidadania) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grossa, 2016.
Resumo Português:A hanseníase é uma doença milenar, que desde os tempos bíblicos vem sendo foco de várias discussões. Por muito tempo, a pessoa doente era isolada da sociedade, excluída, bem como, nomeadas de termos como: leproso, imundo, sujo, pecador. Nesse sentido, a hanseníase tornou-se uma doença marcada por estigma e discriminação, os quais são vivenciados por aqueles que por ela são alcançados. A pesquisa objetiva compreender a estrutura do Grupo de Apoio a Pacientes com Hanseníase (GAPHAN) enquanto ação de grupo para dar suporte às políticas públicas de saúde voltadas aos hansenianos no processo de atendimento.Desenvolvida no Município de Ponta Grossa – PR, no Serviço de Assistência Especializada (SAE), com profissionais e participantes do GAPHAN. Trata-se de pesquisa descritiva e exploratória. Utilizou-se a pesquisa qualitativa, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, com depoimentos orais e observação não participante, junto aos participantes da pesquisa. Fundamentou-se em pesquisa bibliográfica e documental. Os resultados evidenciam que o grupo de apoio enquanto ação no SAE fortalece o atendimento e tratamento voltado à hanseníase,no Município de estudo. Esse estudo possibilitou compreender o universo de significados dos cometidos pela hanseníase, o qual ficou evidenciado o estigma, que é explicado por Goffman. As atividades e encontros ocorridos no GAPHAN auxiliam no atendimento e na detecção precoce dos casos de hanseníase dos familiares. A convivência grupal auxilia na elevação da autoestima, no desenvolvimento cognitivo, no autocuidado e contribui para a reintegração do hanseniano a sociedade, e dá suporte à política pública de saúde voltada à hanseníase. Nesse sentido, o grupo torna-se um apoio para o programa de controle e eliminação da hanseníase no município de Ponta Grossa – PR.
Resumo inglês:Leprosy is a sickness that has been around for thousands of years, and since the biblical times has always been a focus of various discussions. For a long time, a person infected with leprosy was isolated from society, excluded, as well as called leper, unclean, dirty, and a sinner. In this sense, Leprosy became a sickness marked with stigma and discrimination, and those inflicted suffered from such. The objective study is to comprehend the structure of the Support Group of Patients with Leprosy (GAPHAN) while group action gives support to the public politics of health for lepers in the process of being attended. Developed in the City of Ponta Grossa – PR, in the Specialized Assistance Service (SAE), with professionals and participants of GAPHAN. This research is a descriptive and explorative work. Quality study was utilized, accomplished through semi-structured interviews with oral testimonies and non-participant observation, together with the participants of the research. The research was founded in bibliographical and documental study. The results of this research give evidence that the action of the support group strengthen the attendance and treatment of those with leprosy, in the city of study. This study made possible the understanding of the universe of meanings understood by the word leper, and gave evidence of the stigma, as explained by Goffman. The activities and happenings of GAPHAN aid in the attendance and precocious detection of leprous cases of relatives. Group co-living aids in the elevation of self-confidence, cognitive development, self-care and contributes to the reintegration of lepers into society, giving support to the public politics of health for lepers. In this sense, the group becomes a support for the control program and elimination of leprosy in the city of Ponta Grossa – PR.