REPRESENTAÇÕES ESCATOLÓGICO-SABÁTICO-DIETÉTICAS DE JOVENS DA IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA

A pesquisa compreende as representações sociais do adventismo para integrantes jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) por meio das contraposições e anuências de crenças e práticas dos fiéis no que tange ao pensamento escatológico-sabático-dietético oficial da denominação. A investigação ap...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Furtado, Kevin Willian Kossar lattes
Orientador/a: Cordova, Maria Julieta Weber lattes
Banca: Wolff, Elias lattes, Bourgiugnon, Jussara Ayres lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
Programa: Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Sociedade, Direito e Cidadania
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/207
Citação:FURTADO, Kevin Willian Kossar. REPRESENTAÇÕES ESCATOLÓGICO-SABÁTICO-DIETÉTICAS DE JOVENS DA IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA. 2014. 367 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Direito e Cidadania) - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, Ponta Grossa, 2014.
Resumo Português:A pesquisa compreende as representações sociais do adventismo para integrantes jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) por meio das contraposições e anuências de crenças e práticas dos fiéis no que tange ao pensamento escatológico-sabático-dietético oficial da denominação. A investigação apresenta que práticas e valores são observados e alterados,adaptados, acrescentados ou suprimidos pelos fiéis em relação ao conjunto de crenças que historiciza o adventismo, e apreende as razões e demandas desse processo. O estudo situa-se na abordagem da teoria das Representações Sociais do psicólogo social Serge Moscovici. A pesquisa se concretiza com membros participantes da Classe de Jovens da Escola Sabatina da Igreja Adventista localizada em Uvaranas, Ponta Grossa, Paraná. O trabalho problematiza a história adventista, da Reforma Radical até o movimento milerita, e apresenta as tensões e reconfigurações do adventismo desde sua organização formal em 1863 até o momento. A pesquisa tem por objetivos apreender as representações sociais do adventismo para os jovens adventistas de Uvaranas; demonstrar como eles ancoram e objetivam as crenças aprendidas na Igreja; verificar a influência dos ensinamentos da denominação sobre as práticas e valores dos membros; levantar a produção científica sobre a IASD no âmbito da pós-graduação stricto sensu no Brasil; explicitar as características peculiares da Igreja Adventista; e identificar as práticas inerentes ao adventismo em sua expressão particular na comunidade investigada. Se executaram entrevistas semiestruturadas, mediante três categorias empíricas – escatologia, sábado e dieta alimentar –, gravadas em áudio, com dez indivíduos da IASD. Os dados obtidos nas entrevistas foram reunidos em unidades de registro e agrupados em um significado comum de primeira ordem; após, em torno de categorias de análise explicativas relacionadas com a problemática do estudo, organizaram-se as informações transmitidas para indicar as representações do adventismo para membros jovens da IASD. Usou-se, de maneira adaptada, a abordagem do núcleo central para verificar a centralidade das representações, em que foram indicados os elementos identificados como os mais expressivos, aqueles que, se retirados, fariam com que as representações perdessem significado. As razões de ser adventista dos indivíduos investigados estão centralizadas na apropriação bíblica realizada pela denominação. A centralidade da representação sobre a IASD está na imagem da mesma como mensageira divina. As profecias bíblicas do tempo do fim se expressam no núcleo representacional de indicadores do fim do mundo; a importância dos anúncios proféticos para o fim do mundo, em sua representação central, indica, ao mesmo tempo, uma explicação de certos acontecimentos atuais e a prova de veracidade da Bíblia; para os escritos de Ellen G.White a respeito do tempo do fim e do sábado, o núcleo central encontra-se na função das obras da autora como suplemento bíblico. O núcleo da representação sobre o sábado o qualifica como benefício espiritual; as motivações para a observância do dia sétimo focam-se na ordenança bíblica. Para a dieta alimentar, uma vida saudável constitui o cerne da representação; e, para as obras de Ellen G. White que abordam a reforma dietética, o âmago da representação localiza-se na dimensão de um manual alimentar.
The research comprises the social representations of adventism for young members of the Seventh-day Adventist Church (SDAC) through contrapositions and consents of beliefs and practices of the faithful regarding the denomination's official eschatological-sabbatic-dietetic thought. The research shows that practices and values are observed and modified, adapted, added or deleted by the faithful in relation to the set of beliefs that historicizes the adventism,and seizes the reasons and demands of this process. The study is based in the social psychologist Serge Moscovici's approach of the Social Representations theory. The research materializes with participating members of the Youth Class Sabbath School Adventist Church located in Uvaranas, Ponta Grossa, Paraná. The paper problematizes the adventist history, from the Radical Reformation to the millerite movement, and presents tensions and reconfigurations of adventism since its formal organization in 1863 until now. The research has as objectives to grasp the social representations of adventism for young adventists of Uvaranas; demonstrate how they anchor and objectify beliefs learned in the Church; verify the influence of the teachings of the denomination on the practices and values of members; to raise the scientific literature on the SDAC in the scope of post-graduate studies stricto sensu in Brazil; to explicit the peculiar characteristics of the Adventist Church; and identify practices inherent to adventism in its particular expression in the community investigated. It was performed semi-structured interviews, by three empirical categories – eschatology, Saturday and diet –, recorded on áudio, with ten individuals of SDAC. The data obtained from the interviews were gathered in record units and grouped in a common meaning of the first order; than, around categories of explanatory analysis related to the problematic of the study, organized the information transmitted to indicate the representations of adventism for young members of the SDAC. It was used, in a adapted way, the central core’s approach to verify the centrality of representations, in which were indicated the elements identified as the most expressives, those which, if removed, would make representations to lose meaning. The reasons of being adventist of the investigated individuals are centralized in biblical appropriation realized by the denomination. The centrality of representation on the SDAC is in the image of the same as divine messenger. The biblical prophecies of the end time are expressed in representational core of the indicators of the end of the world; the importante of the prophetic announcements for the end of the world, in their central representation, indicates, at the same time, an explanation of certain current events and the proof of the veracity of the Bible; to the writings of Ellen G. White about the end time and the Sabbath, the central core is in the role of the author’s work as biblical supplement. The core of the Sabbath’s representation qualifies it as a spiritual benefit; the motivations for the observance of the seventh day are focused on biblical ordinance. For diet, a healthy lifestyle is the representation’s heart; and, to Ellen G. White’s works that address the dietetic reform, the core of the representation located in the dimension of a manual feed.