O processo de implementação da Rede Mãe Paranaense e sua repercussão na mortalidade infantil no município de Ponta Grossa – PR

O presente trabalho tem como objetivo descrever o processo de implementação da Rede Mãe Paranaense no município de Ponta Grossa, para verificar sua repercussão na mortalidade infantil. Trata-se de uma pesquisa interdisciplinar em ciências sociais aplicadas, cuja abordagem é qualiquantitativa do tipo...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Cavalheiro, Ana Paula Garbuio lattes
Orientador/a: Bourguignon, Jussara Ayres lattes
Co-advisor: Pinto, Márcia Helena Baldani lattes
Banca: Fujinaga, Cristina Ide, Preuss, Lislie Teresinha
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual de Ponta Grossa
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas
Department: Setor de Ciências Sociais Aplicadas
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/2336
Citação:Cavalheiro, A. P. G. O processo de implementação da Rede Mãe Paranaense e sua repercussão na mortalidade infantil no município de Ponta Grossa – PR. 229f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2017.
Resumo Português:O presente trabalho tem como objetivo descrever o processo de implementação da Rede Mãe Paranaense no município de Ponta Grossa, para verificar sua repercussão na mortalidade infantil. Trata-se de uma pesquisa interdisciplinar em ciências sociais aplicadas, cuja abordagem é qualiquantitativa do tipo exploratória e descritiva. Esta foi estruturada a partir de pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, com recorte temporal entre os anos de 2012 a 2014, e pesquisa de campo, por meio de entrevistas semi-estruturadas junto a cinco participantes, que foram eleitos a partir da função que exerciam na gestão e implementação de ações da Rede Mãe Paranaense, nos meses de julho e agosto de 2016. O conteúdo das entrevistas, bem como os resumos e relatos dos óbitos, foram analisados pelo modelo da análise de conteúdo. Para fins organizacionais o trabalho foi dividido em quatro capítulos, sendo o primeiro intitulado “Concepções contemporâneas acerca do Estado, direitos e políticas públicas para o entendimento das políticas de enfrentamento à mortalidade infantil brasileiras”, que teve como objetivo trazer ao debate a origem do Estado Moderno e Contemporâneo, bem como a formação do Estado no Brasil. Esta abordagem antecedeu o debate sobre a origem e a efetivação dos direitos por meio das políticas públicas. O capítulo avança para o debate sobre a Política Social, a Política de Saúde e as Políticas de enfrentamento à mortalidade infantil brasileiras. O segundo capítulo, denominado “Mortalidade na Infância e Mortalidade Infantil” objetiva apresentar os conceitos de mortalidade infantil e mortalidade na infância, bem como apontar os perfis destes indicadores na realidade nacional e internacional. O terceiro capítulo, que tem como título “Redes de Atenção Materno Infantil” apresenta a conceituação, caracterização e operacionalização das Redes de Atenção à Saúde – RAS, bem como o marco conceitual da Rede Cegonha, em âmbito nacional, e da Rede Mãe Paranaense, em âmbito estadual. O quarto capítulo referenciado como “Percepções referentes à implementação da Rede Mãe Paranaense no município de Ponta Grossa e sua repercussão na mortalidade infantil sob a óticas dos participantes da pesquisa” objetiva apresentar a análise dos materiais coletados a partir de sua categorização. O que se evidencia na pesquisa realizada é que em função da fragmentação do processo de implementação da Rede Mãe Paranaense no município de Ponta Grossa, não se observaram reduções da mortalidade infantil no primeiro triênio após sua implantação, sobretudo entre os óbitos em menores de 06 dias de vida. Evidenciou-se ainda que fatores socioeconômicos e demográficos maternos são decisivos na ocorrência do óbito infantil no referido município.
The present work aims to describe the process of implementation of the Mãe Paranaense Network in the city of Ponta Grossa, to verify its repercussion on infant mortality. This is an interdisciplinary research in applied social sciences, whose approach is qualitative quantitative exploratory and descriptive. This study was structured based on bibliographic research, documentary research, with a temporal cut between the years of 2012 to 2014, and field research, through semi-structured interviews with five participants, who were elected based on their role in the Management and implementation of actions of Rede Mãe Paranaense in July and August 2016. The content of the interviews, as well as the summaries and reports of deaths, were analyzed by the content analysis model. For organizational purposes, the study was divided into four chapters, the first one entitled "Contemporary conceptions about the State, rights and public policies for the understanding of Brazilian child mortality coping policies", which aimed to bring the State's origin to the debate Modern and Contemporary, as well as the formation of the State in Brazil. This approach preceded the debate on the origin and realization of rights through public policies. The chapter advances to the debate on the Brazilian Social Policy, Health Policy and Policies to combat infant mortality. The second chapter, entitled "Mortality in Childhood and Infant Mortality", aims to present the concepts of infant mortality and infant mortality, as well as to indicate the profiles of these indicators in national and international reality. In the third chapter, which has the title "Networks of Maternal and Child Care" will be presented the conceptualization, characterization and operationalization of Health Care Networks - RAS, as well as the conceptual framework of the Stork Network, at the national level, and the Mãe Paranaense Network, At the state level. The fourth chapter referred to as "Perceptions regarding the implementation of the Mãe Paranaense Network in the city of Ponta Grossa and its repercussion on infant mortality from the perspective of the research participants" aims to present the analysis of the materials collected from their categorization. What is evidenced in the research carried out is that due to the fragmentation of the process of implementation of the Mãe Paranaense Network in the city of Ponta Grossa, there were no reductions in infant mortality in the first triennium after its implantation, especially among deaths in children under 06 days Of life. It was also evidenced that maternal socioeconomic and demographic factors are decisive in the occurrence of infant death in said municipality.