"O cérebro vai à escola": um estudo sobre a aproximação entre Neurociências e Educação no Brasil

Em todo o mundo se multiplicam centros de pesquisa, conferências, cursos, projetos de extensão, livros e revistas focados na interseção entre Neurociências e Educação. Em comum, estas iniciativas compartilham da crença de que os achados neurocientíficos podem contribuir para o aperfeiçoamento do pro...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Felipe Stephan Lisboa lattes
Orientador/a: Rafaela Teixeira Zorzanelli lattes
Banca: Francisco Javier Guerrero Ortega lattes, Jane Araujo Russo lattes, Rogério Lopes Azize lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=6946
Resumo Português:Em todo o mundo se multiplicam centros de pesquisa, conferências, cursos, projetos de extensão, livros e revistas focados na interseção entre Neurociências e Educação. Em comum, estas iniciativas compartilham da crença de que os achados neurocientíficos podem contribuir para o aperfeiçoamento do processo educacional. Isto ocorreria de duas maneiras:fornecendo uma melhor compreensão da maneira como as pessoas aprendem e com isso,colaborando com a criação de políticas e práticas educacionais mais eficazes e; contribuindo com o entendimento das dificuldades ou transtornos de aprendizagem, de forma a fornecer subsídios para o desenvolvimento de abordagens e tratamentos mais efetivos para tais problemas. A neuroeducação, disciplina de interface entre os campos neurocientifico e educacional, compartilha dessa crença. Criada entre o final do século XX e o início do Século XXI, esta disciplina, por vezes chamada de Mente, Cérebro e Educação ou Ciência do Aprendizado, pretende simultaneamente construir um conhecimento sobre o aprendizado e desenvolver práticas pedagógicas. No presente trabalho pretendemos compreender especificamente como ocorre esta aproximação entre os campos neurocientífico e educacional no Brasil. Para tanto realizamos uma análise de diversos materiais (artigos, livros,revistas, vídeos) produzidos sobre o tema por neurocientistas, educadores e também por neuroeducadores, nova categoria profissional proposta pelo Instituto de Pesquisas em Neuroeducação. Constatamos que a neuroeducação vem se constituindo no país enquanto um campo extremamente multifacetado permeado por diversos discursos e práticas assim como por múltiplas versões do cérebro humano.
Resumo inglês:Worldwide have been multiplying research centers, conferences, courses, extension projects, books and magazines focused on the intersection between Neuroscience and education. In common, these initiatives share the belief that neuroscientific findings can contribute to the improvement of the educational process. This would occur in two ways: by providing a better understanding of how people learn and thus, contributing to the creation of more effective and educational policies and practices and; contributing to the understanding of the difficulties or learning disabilities in order to provide support for developing more effective approaches and treatments for such problems. The neuroeducation, interface discipline between neuroscience and educational fields, shares this belief. Created between the late twentieth century and early twenty-first century, this discipline - sometimes called Mind, Brain and Education or Science of Learning - want to simultaneously build knowledge about learning and develop pedagogical practices. The present work attempts to understand how this approach between neuroscientific and educational fields occurs in Brazil. For this we conducted a analysis of various materials (articles, books, magazines, videos) on the topic produced by neuroscientists, educators and also neuroeducators, new professional category proposed by the Instituto de Pesquisas em Neuroeducação. We found that neuroeducation has been constituted in the country as an extremely multifaceted field permeated by various discourses and practices as well as multiple versions of the human brain.