Da homeopatia à medicina chinesa: a trajetória dos pontos de Weihe

Esta dissertação de mestrado é um estudo de natureza sócio-histórico que constrói a trajetória do sistema de Pontos de Weihe, um sistema médico minoritário, cuja origem encontra-se na Homeopatia, porém, seu desenvolvimento o levou de encontro a Acupuntura. Esse estudo tem como objetivo inserir seu o...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2003
Main Author: Adriana de Freitas Velloso lattes
Orientador/a: Madel Therezinha Luz lattes
Banca: Jane Dutra Sayd lattes, Marilene Cabral do Nascimento lattes, Roseni Pinheiro lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5575
Resumo Português:Esta dissertação de mestrado é um estudo de natureza sócio-histórico que constrói a trajetória do sistema de Pontos de Weihe, um sistema médico minoritário, cuja origem encontra-se na Homeopatia, porém, seu desenvolvimento o levou de encontro a Acupuntura. Esse estudo tem como objetivo inserir seu objeto de análise na discussão de questões pertinentes ao desenvolvimento conceitual da Homeopatia. Sendo um sistema médico complexo, a racionalidade médica homeopática possui seis dimensões, a saber: morfologia (ou anatomia), dinâmica vital (ou fisiologia), doutrina, diagnóstico, terapêutica e cosmologia. Destas, a dimensão da morfologia e o exame físico da dimensão diagnóstica são compartilhados com a biomedicina, enquanto, as demais, baseiam-se no para digma vitalista, ainda que nem todas tenham sido desenvolvidas conceitualmente e encontrem-se apenas implícitas. Tal situação conferiu à Homeopatia a denominação de racionalidade médica híbrida. Este estudo parte do pressuposto que a Homeopatia é um sistema médico ainda em construção e que deve caminhar para o desenvolvimento conceitual de suas dimensões tendo como elemento norteador sua natureza vitalista. Portanto, espera-se que, ao resgatar-se a história do sistema de Pontos de Weihe, crie-se a possibilidade de repensar a morfologia homeopática, de forma que, ela possa expressar o movimento da força vital na saúde e no adoecimento. Espera-se, também, que, ao revelar uma colaboração possível da Medicina Chinesa, racionalidade médica que compartilha com a Homeopatia o paradigma vitalista, abra-se a possibilidade de repensar a base conceitual da dinâmica vital homeopática. Buscar uma sistematização da dinâmica vital, ao mesmo tempo, compatível com o paradigma vitalista e agregadora dos elementos centrais do pensamento homeopático é passo importante no desenvolvimento desta racionalidade, pois, permite que se parta de um mesmo esquema conceitual, e portanto, de uma mesma base paradigmática, em direção a criação de outros sistemas diagnósticos que concorram com o diagnóstico medicamentoso e o confirmem. Utilizou-se, como fontes primárias e secundárias para a construção da trajetória dos Pontos de Weihe, artigos e livros de Weihe e seus discípulos que, sofreram uma tradução livre do idioma original, o alemão, para o português. O substrato conceitual empregado foram as reflexões de George Canguilhem a respeito da história que se desvia dos obstáculos que impedem sua linearidade, comprometendo a compreensão das descobertas científicas como determinadas por suas condições de aparecimento, transfigurando-as no aparecimento puro daquilo que deveria ser.
Resumo inglês:This masters degree dissertation is a study of social-historical nature that builds the trajectory of the Weihe Points system, a minority medicine system, whose origin is found in Homeopathy, however, its development leads this system towards Acupuncture. Such study has the purpose of inserting its objects of analysis in the discussion of the questions regarding the conceptual development of Homeopathy. As a complex medical system, the homeopathic medical rationality has six dimensions, i.e., morphology (or anatomy), vital dynamic (or physiology), doctrine, diagnosis, therapeutics and cosmology. From these, the morphologic dimension and the physical exam are shared with biomedicine, whereas the remaining ones are based on the vitalist paradigm, even though not all of them have been conceptually developed, remaining only implicit. This situation gave Homeopathy the denomination of hybrid medical rationality. The present study starts with the premise that Homeopathy is a medical system that is still being built and that should be directed towards the conceptual development of its dimensions, having its vitalist nature as guidance element. Nevertheless, it is expected that a possibility of rethinking homeopathic morphology should be created insofar recovering the history of the Weihe Points, in such a way that it might express the movement of the vital force in sickness and in health. It is also expected that in revealing a possible collaboration with Chinese Medicine medical rationality that shares with Homeopathy the vitalist paradigm -, it might open a window to rethinking the conceptual base of homeopathic vital dynamic. Searching for a systematization of the vital dynamic simultaneously compatible with the vitalistic paradigm and capable of aggregating the central elements of the homeopathic thought is a fundamental step in the development of such rationality, for it allows us to start from the same conceptual scheme and, therefore, from the same pragmatic base towards the creation of other diagnosis systems, which concur with the medicamentous diagnosis and confirm it. As primary and secondary sources to the construction of the trajectory of the Weihe Points, articles and books by Weihe and his disciples, freely translated from its original language, German, to portuguese, were used. The conceptual substrata employed here were George Canguilhems reflections concerning the history which diverge from the obstacles that obstruct its linearity, compromising the comprehension of the scientific discoveries as determined by its forthcoming conditions, transfiguring them in the pure forthcoming of what they should be.