Toma lá o decá: o labirinto do poder da Nação Jeje Savalu

Neste trabalho analisei as relações de poder em um terreiro de candomblé na área metropolitana da cidade do Salvador. Através da etnografia, discorri sobre sua estrutura física, social, ritual e as formas pelas quais o grupo consolidou suas estruturas para a sua existência, através da categoria “nec...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Vega, Eduardo Luís de Matos
Orientador/a: Parés, Luís Nicolau
Banca: Santos, Jocélio Teles dos, Rodrigues, Núbia Bento
Format: Dissertação
Language:por
Published: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Estudos Étnicos e Africanos
Assuntos em Portugês:
Online Access:http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23961
Resumo Português:Neste trabalho analisei as relações de poder em um terreiro de candomblé na área metropolitana da cidade do Salvador. Através da etnografia, discorri sobre sua estrutura física, social, ritual e as formas pelas quais o grupo consolidou suas estruturas para a sua existência, através da categoria “necessidade”, na construção dos mecanismos de hierarquia e subordinação, a partir de um conceito central de Drama Social proposto por Vitor Turner, na tentativa de se buscar um desfecho para os conflitos latentes e aparentes após a sua fundação.
In this work we analyzed the relations of power in a yard of Candomblé in the metropolitan area of Salvador. Through ethnography, I discussed about its physical, social, ritual and the ways in which the group has consolidated its structures for their existence, through the category of "necessity", in the construction of the mechanisms of hierarchy and subordination from a central concept of drama Social proposed by Victor Turner, in an attempt to seek an outcome of frozen conflicts and apparent after its founding.