Internacionalização da educação superior: um estudo de caso em instituições públicas de ensino superior do estado da Bahia

Esta pesquisa abordou o processo de internacionalização da educação superior em nível institucional à luz dos movimentos globalizantes que vêm afetando diretamente a educação superior. Para tanto, realizou-se um estudo de caso múltiplo com foco na Universidade Federal da Bahia e na Universidade do E...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Oliveira, Paula Souza de
Orientador/a: Cunha, Maria Couto
Co-advisor: Almeida, Gabriel Swahili Sales de
Banca: Rosa, Dora Leal, Finardi, Kyria Rebeca
Format: Dissertação
Language:por
Published: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25715
Resumo Português:Esta pesquisa abordou o processo de internacionalização da educação superior em nível institucional à luz dos movimentos globalizantes que vêm afetando diretamente a educação superior. Para tanto, realizou-se um estudo de caso múltiplo com foco na Universidade Federal da Bahia e na Universidade do Estado da Bahia e, utilizando a versão personalizada do modelo de Ciclo da Internacionalização, focalizou sete dimensões do processo de internacionalização: seu contexto de desenvolvimento, a tomada de consciência e comprometimento com a dimensão internacional, a clarificação das razões e abordagens para internacionalização, e o planejamento e operacionalização de suas ações. Observou-se que estas instituições percebem a internacionalização enquanto uma dimensão estratégica de seu desenvolvimento institucional que, alinhada aos seus objetivos, tem potencial para contribuir com os processos de produção do conhecimento, além de melhorar sua visibilidade internacional. Sem embargo, barreiras como a falta de uma política formal de internacionalização têm obscurecido os rumos da internacionalização nestas instituições, colocando-as a mercê das imposições do ambiente externo. Assim, este estudo indica a necessidade de abertura crítica destas instituições para o mundo, em vista de melhorias na qualidade do ensino, pesquisa e extensão, da formação intercultural de suas comunidades acadêmicas e do desenvolvimento da sociedade em que estão inseridas.
ABSTRACT This research endeavour addressed the process of internationalization of higher education at its institutional level in light of globalizing movements that directly affect higher education. A multiple case study was carried out in the Federal University of Bahia and in the State University of Bahia. Using the customized version of the Internationalization Cycle, the study focused on seven dimensions of the internationalization process: its context of development, the awareness of and commitment with the international dimension, the clarification of the rationales and approaches for internationalization, and the planning and operationalization of its actions. It was observed that these institutions perceive the internationalization as a strategic dimension of their institutional development and that, in line with their objectives, it has the potential to contribute to the processes of knowledge production, as well as the improvement of their international visibility. However, barriers such as the lack of a formal internationalization policy have obscured the paths of internationalization in these institutions, leaving them open to external environment interference. Thus, this study indicates the need for critical opening of these institutions to the world, in view of the improvements in the quality of teaching, research and extension, the intercultural training of their academic communities and the development of the society in which they are inserted.