A globalização e migração estudantil para o Brasil: a mão-de-obra estrangeira e a inserção dos estudantes africanos (UFCG, UFPB E UFPE) no mercado de trabalho brasileiro.

O cenário atual da intensa mobilidade do capital tem sido acompanhado por um crescente deslocamento internacional de população. As transformações sociais vivenciadas nas ultimas décadas tornaram mais complexo o fenômeno das migrações e da emigração internacional, que se realizam sob novas lógicas, e...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: NHAGA, Banjaqui. lattes
Orientador/a: SALES JÚNIOR, Ronaldo Laurentino de. lattes
Banca: AGRA , Nadine., JESUS , Alexandro Silva de., LADOSKY , Mário Henrique Guedes., SILVA, Vanderlan Francisco da.
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Campina Grande
Programa: PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS
Department: Centro de Humanidades - CH
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/2191
Citação:NHAGA, B. A globalização e migração estudantil para o Brasil: a mão-de-obra estrangeira e a inserção dos estudantes africanos (UFCG, UFPB E UFPE) no mercado de trabalho brasileiro. 2018. 300 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2018.
Resumo Português:O cenário atual da intensa mobilidade do capital tem sido acompanhado por um crescente deslocamento internacional de população. As transformações sociais vivenciadas nas ultimas décadas tornaram mais complexo o fenômeno das migrações e da emigração internacional, que se realizam sob novas lógicas, em especial pela ampliação do mercado mundial e a dispersão da indústria e de bens e serviços e a migração contemporânea de estudantes a nível planetário. A mobilidade espacial com fins de estudo é um processo histórico e se manifesta de diversas formas, dependendo de acordos firmados entre os países ou instituições envolvidas e seus reflexos são sentidos em todas as dimensões em que ocorrem. Neste contexto, entre os diversos fatores (econômicos, políticos, sociais, culturais e educacionais) o presente trabalho tem como finalidade compreender as dinâmicas da inserção dos estudantes africanos no mercado de trabalho brasileiro após a conclusão do curso de graduação nas universidades públicas brasileiras (UFCG, UFPB e UFPE). Metodologicamente o trabalho foi desenvolvido em cinco seções. Inicialmente, realizou-se uma contextualização histórica sobre o fenômeno da globalização, uma revisão sobre a questão das migrações internacionais contemporâneas e da mobilidade espacial no contexto global, em que se verificaram novas tendências e desafios a partir de enfoque de teóricos e especialistas do tema da migração e do mercado de trabalho. Isso se justifica pelo fato de a globalização guardar profundas relações com as migrações humanas, em especial com a questão da migração internacional, situação corriqueira em um mundo em que a evolução da tecnologia faz-se aparentar menor e mais acessível. Discorre-se sobre o processo histórico da mobilidade internacional e, em especial, da migração para o Brasil. Essa mobilidade internacional dos indivíduos tornou-se um fenômeno de fundamental importância a nível mundial, tanto para os países de destino quanto de origem ou de trânsito. A quarta seção se propõe a analisar as características de inserção do trabalhador no mercado de trabalho formal e informal brasileiro a partir do século XXI. O racismo e o preconceito entraram em cena, de modo que os dois conceitos influenciam diretamente no processo de inserção no mercado de trabalho. Por fim, uma análise da trajetória e experiência dos estudantes/migrantes no mercado de trabalho brasileiro. Conclui-se mostrando que se trata de uma população que faz parte de uma tendência global contemporânea de migração internacional com fins de estudo.
The current scenario of the intense mobility of capital has been accompanied by a growing displacement of international population. The social transformations experienced in the last decades have made the phenomenon of migration and international emigration more complex, under new logic, in particular by the expansion of the world market and the dispersion of industry and goods and services and the contemporary migration of students at a global level. Spatial mobility for study purposes is a historical process and manifests itself in a variety of ways, depending on agreements between the countries or institutions involved and its reflections are felt in all the dimensions in which it lives. In this context, among the various factors (economic, political, social, cultural and educational), the purpose of this study is to understand the dynamics of the insertion of African students in the Brazilian job market after graduation from Brazilian public universities (UFCG, UFPB and UFPE). Methodologically the work was developed in five sections. Initially, a historical contextualization was conducted on the phenomenon of globalization, a revision on the issue of contemporary international migrations and spatial mobility in the global context, in which new trends and challenges have emerged from the focus of theorists and specialists on the topic of migration and the job market. This is justified by the fact that globalization has deep relations with human migrations, in particular with the issue of international migration, a common situation in a world that the evolution of technology makes it seem smaller and more accessible. This study discussed the historical process of international mobility and, in particular, migration to Brazil. This international mobility of individuals has become a phenomenon of fundamental importance globally, both for countries of destination and of origin or transit. The fourth section proposes to analyze the characteristics of the worker’s insertion in the Brazilian formal and informal job market from the 21st century. Racism and prejudice have entered the picture, so that the two concepts directly influence the process of insertion into the job market. Finally, an analysis of the trajectory and experience of students/ migrants in the Brazilian job market. The study concludes by showing that it is a population that is part of a contemporary global trend of international migration with the purpose of study.