Modelo de mensuração da produtividade verde : uma proposta para organizações da indústria de fabricação de calçados.

A Produtividade Verde (PV) é uma estratégia que tem por base a integração da proteção ambiental com vista à melhoria da produtividade e, com isto, gerar benefícios socioeconômicos, cuja mensuração tem sido feita através do cálculo do Índice de Produtividade Verde (IPV) e do Rácio da Produtividade Ve...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: FERNANDES, Luís Jorge Monteiro.
Orientador/a: FREITAS, Lúcia Santana de. lattes
Banca: SICSU, Abraham Benzaquen., SILVA , Ricardo Moreira da., RAMALHO , Angela Maria C., CÂNDIDO , Gesinaldo Ataíde.
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Campina Grande
Programa: PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS NATURAIS
Department: Centro de Tecnologia e Recursos Naturais - CTRN
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/967
Citação:FERNANDES, L. J. M. Modelo de mensuração da produtividade verde : uma proposta para organizações da indústria de fabricação de calçados. 2016. 255 f. Tese (Doutorado em Recursos Naturais) – Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2016.
Resumo Português:A Produtividade Verde (PV) é uma estratégia que tem por base a integração da proteção ambiental com vista à melhoria da produtividade e, com isto, gerar benefícios socioeconômicos, cuja mensuração tem sido feita através do cálculo do Índice de Produtividade Verde (IPV) e do Rácio da Produtividade Verde (RPV). Não obstante a importância dessas métricas no apoio à tomada de decisão, tanto em nível de gestão empresarial como também na definição de políticas públicas, constatou-se que elas não evidenciam a quantificação dos aspectos econômicos e ambientais das unidades industriais, enquanto os aspectos sociais não são considerados, tampouco mensurados, e, por isso, não apresentam uma abordagem integradora das três principais dimensões da sustentabilidade. Nesse âmbito, levando-se em consideração o fato de que a indústria calçadista, apesar de contribuir para a geração de emprego e renda, também se destaca pelos consideráveis impactos sociais e ambientais negativos que a caracterizam, tornando-a, assim, um campo de pesquisa para aplicação de modelos de mensuração, definiu-se como objetivo da pesquisa propor um modelo de mensuração da PV para empresas da indústria de fabricação de calçados concebido a partir da integração das dimensões econômica, ambiental e social da sustentabilidade. O modelo proposto, entre outros aspectos, é composto por uma métrica de cálculo do índice de produtividade verde em nível organizacional (IPVorg), por um método de avaliação do IPVorg e por um framework que suporta a métrica de mensuração de PV em um contexto organizacional. A definição do IPVorg é dado por uma relação matemática definida pela razão entre a produtividade (que ficou determinada pela razão entre o faturamento e os custos do processo produtivo - que incorpora separadamente os custos de produção, custos ambientais e custos sociais) e os impactos (sociais e ambientais). Para calcular os impactos, foram caracterizados 73 indicadores, sendo 39 da dimensão ambiental, divididos em 5 categorias (gestão organizacional; matérias-primas; água e energia; subprodutos; e comunidade), e 34 da dimensão social, agrupados em 6 categorias (legislação e normas; saúde e segurança; recursos humanos; ambiente laboral; comunidade; e clientes e consumidores) e seus respetivos parâmetros de análise. Quanto aos procedimentos metodológicos, trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa e quantitativa, apresentando visão de conhecimento construtivista. Os procedimentos de coleta de dados tiveram como base fontes primárias e secundárias, através de instrumentos de coleta que incluem a observação não participante, a entrevista, o questionário e a pesquisa bibliográfica. O modelo foi aplicado empiricamente a partir de uma fábrica de calçados e, com isso, analisaram-se os três tipos de custos e também os índices ambientais e sociais com origem nas atividades da unidade fabril, além dos impactos sociais e ambientais sobre os funcionários, sobre a população das comunidades do entorno e sobre os consumidores. O modelo proposto, além de vir a contribuir para o avanço na literatura sobre PV e suas métricas, também demonstra ser uma importante ferramenta na definição de um quadro norteador de acompanhamento do desempenho das questões econômicas, ambientais e sociais de uma organização e, a partir disso, ter parâmetros de comparação em nível interno de uma organização, como também com outras organizações dentro do setor em que opera.
Green Productivity (GP) is a strategy that is based on the integration of environmental protection to improve productivity and, thus, generate socio-economic benefits whose measurement has been made by calculating the Green Productivity Index (GPI) and the Ratio of Green Productivity (RGP). Despite the importance of these metrics, it was found that they do not present an integrative approach of the three main dimensions of sustainability, and they do not show the quantification of the economic and environmental aspects of industrial units, while the social aspects are not considered, neither measured. Within this context the footwear industry, which contributes to the generation of employment and income, becomes a research field for the application of measurement models, due to the considerable negative social and environmental impacts that characterize it. The objective of this paper is to propose a Measurement Model of GP for the companies of the shoe manufacturing industry, designed from within the integration of the economic, environmental and social dimensions of sustainability. The proposed model, among other aspects, comprises a calculated metric of the green productivity index at organizational level (GPIorg), through an evaluation method of the GPIorg and a framework that supports the GP measurement metric in an organizational context . The definition of the IPVorg is given by a mathematical relation defined by the ratio between productivity (determined by the ratio between revenues and costs of the production process – which separately incorporates production costs, environmental costs and social costs) and impacts (social and environmental). Therefore, 73 indicators were used to calculate the impacts, 39 out of which belonging to the environmental dimension, divided into 5 categories (organizational management, raw materials, water and energy, by-products, and community), and the remaining 34 belonging to the social dimension, grouped into six categories (legislation and regulations, health and safety, human resources, work environment, community, and customers and consumers), and their respective parameters of analysis. The methodological procedures consisted of an exploratory and descriptive research, with a qualitative and quantitative approach, presenting a constructive view of knowledge. Data collection procedures were based on primary and secondary sources, whose collection instruments include the non-participant observation, interview, questionnaire and literature research. The model was empirically applied at a shoes factory located in the backlands of Paraiba, generating a GPIorg value that was used for the analysis of the three types of costs as well as the environmental and social indicators originating from the activities of the unit, in addition to the social and environmental impacts over staff, population of surrounding communities, and consumers. We conclude that the proposed model has provided a clear contribution for an advancement in the literature on GP and its metrics. It has also shown that the selection of indicators presents a relaxation which allows the incorporation of new indicators and new forms of measurement. It was also seen as an important comparison tool of financial, environmental and social parameters, both within the company and with other organizations in the sector where it operates