Monitoramento do Biosorvente Quitosana por Ressonância Magnética Nuclear no Domínio do Tempo (RMN-DT) em Emulsões de Petróleo

Petrochemical accidents have attracted great notoriety in the scientific community due to environmental damage caused by the spread of oil, both in offshore and onshore environments. The present study carried out petrochemical accident simulations inside a Time Domain Magnetic Resonance (TD-NMR) spe...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Kock, Flávio Vinicius Crizóstomo
Orientador/a: Barbosa, Lúcio Leonel
Banca: Colnago, Luiz Alberto, Castro, Eustáquio Vinicius Ribeiro de, Silva Filho, Eloi Alves da
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Espírito Santo
Programa: Programa de Pós-Graduação em Química
Department: Mestrado em Química
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufes.br/handle/10/6739
Citação:KOCK, Flávio Vinicius Crizóstomo. Monitoramento do Biosorvente Quitosana por Ressonância Magnética Nuclear no Domínio do Tempo (RMN-DT) em Emulsões de Petróleo. 2013. 107 f. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Química) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Resumo Português:Acidentes petroquímicos tem recebido grande notoriedade da comunidade cientifica devido aos danos ambientais causados do vazamento do petróleo, tantos em ambietes onshore quanto offshore. O presente estudo realizou simulações de acidentes petroquímicos dentro de um espectrômetro de Ressonância Magnética Nuclear no Domínio do tempo (RMN-DT), monitorando a ação de um biosorvente on line. O biomaterial escolhido foi a quitosana, devido este biopolímero possuir características especiais, como biodegradabilidade, facilidade para realizar complexações com metais e habilidade de floculação o que torna possível o seu estudo como agente de biosorção. Os resultados on line indicaram que este biopolímero atua formando complexos com metais presentes na água emulsionada. Esta observação foi possível, a partir de medidas relaxométricas, onde se observou reduções superiores a 30% nos valores do tempo relaxação transversal (T2). Além do mais, ensaios realizados por Ressonância Paramagnética Eletrônica (EPR) possibilitou estudos acerca da interação deste biosorvente com espécies paramagnéticas presente em óleos desitratados, no qual foram observadas muitos estáveis como metaloporfirinas e possíveis desestabilizações de asfaltenos. Sendo assim, estudos foram conduzidos com conjuntos de amostras de frações que permitiram inferir a partir de reduções nos valores de T2 de 1,3 a 0,3 s correlações com propriedades físico-químicas, por exemplo densidade e temperatura de corte destas amostras. Por fim, os resultados de simulação de acidentes on line, possibilitou o estudo do poder de floculação do petróleo proporcionado pela quitosana. Esta previsão não foi possível, a partir do conjunto de ensaios realizados, onde se notou deslocamentos de 20% para maiores valores de T2, tornando- se possível inferir acerca da interação deste biopolímero com constituintes mais densos do petróleo e ocorrência de desestabilização em emulsões, a partir da condução de ensaios inéditos de RMN-DT
Resumo inglês:Petrochemical accidents have attracted great notoriety in the scientific community due to environmental damage caused by the spread of oil, both in offshore and onshore environments. The present study carried out petrochemical accident simulations inside a Time Domain Magnetic Resonance (TD-NMR) spectrometer, monitoring the action of the biosorbent on line. The biomaterial chosen was a chitosan, because this material has special features, for example, biodegradability, facility for realizes complexation with metals and flocculation ability that makes possible to study their action as bioremediation agent. The on line results indicated that this biomaterial acts forming complexes with metals present in the emulsioned water. This observation was possible, from relaxometric measurements, where was noted reduction large the 30% about the transverse relaxation time (T2) values. Moreover, experiments were conducted by Eletronic Paramagnetic Resonance Spectrocopy (EPR), this allowed studies about the interaction of this biopolymer with paramagnetic species present in dehydrated oil, where was observed structures very stables, like metalporfirines and possibles desatabilizations of asphaltenes. Thus, studies were conducted with the set of samples of fractions, than allowed to infer, from reduction in T2 values from 1.3 s to 0.3 s corelations with physical chemical properties, for example, density and cut temperature of these samples. Finally, the results about on line accidents simulation, allowed the study of the power of flocculation of petroleum proportioned by chitosan. This prevision was possible, from the set experiments realized, where noted displacement of 20% to major T2 values, making possible to infer about of interaction of this biopolymer with constituents more dense of petroleum and occurence of desestabilization in emulsions , from conduction unpublished experiments of TD-NMR.