Síntese, caracterização espectroscópica e eletroquímica de complexo diimina de cobre com o ligante DMPYSH

A química de coordenação no qual estão inseridos os metais de transição tem sido foco de investigação por apresentarem propriedades biológicas, fotoquímica e fotofísica dependendo dos tipos de ligantes coordenados. O cobre é conhecido pelo seu comportamento bioquímico que despertou interesse nas últ...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Flor, Jader Barbosa da Silva lattes
Orientador/a: Inglez, Simone Delezuk lattes
Co-advisor: Casagrande, Gleison Antonio lattes
Banca: Suegama, Patricia Hatsue lattes, Anjos, Ademir dos lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal da Grande Dourados
Programa: Programa de pós-graduação em Química
Department: Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/885
Citação:FLOR, Jader Barbosa da Silva. Síntese, caracterização espectroscópica e eletroquímica de complexo diimina de cobre com o ligante DMPYSH. 2013. 56 f. Dissertação (Mestrado em Química) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2013.
Resumo Português:A química de coordenação no qual estão inseridos os metais de transição tem sido foco de investigação por apresentarem propriedades biológicas, fotoquímica e fotofísica dependendo dos tipos de ligantes coordenados. O cobre é conhecido pelo seu comportamento bioquímico que despertou interesse nas últimas décadas quando foram estabelecidas e esclarecidas funções de alguns compostos de coordenação contendo cobre. Os ligantes do tipo tiopirimidinas e seus complexos estão sendo investigados como antiviral, antimetabólito e antitumoral, bem como para sua interessantes propriedades fotoquímicas. Estes ligantes contém S, N doadores de elétrons que formam complexos com diferentes modos de coordenação com os metais. Os complexos de N, N-ligantes quelantes de cobre (II) são de interesse em atividade biológica com importância por terem propriedades espectroscópicas e eletroquímicas. Os complexos de cobre com esse tipo de ligantes podem apresentar transições eletrônicas do tipo transferência de carga do metal para o ligante (TCML) ou transferência de carga do ligante para o metal (TCLM) que apresentam alta energia na região do visível, além das transições do tipo d-d. Os espectros de UV-vis na região do visível confirmam a formação dos complexos [Cu(phen)2DMPYS] PF6 e [Cu(bpy)2DMPYS] PF6 no qual observa-se absorções típicas características de complexos de Cu(I) em respectivamente que são atribuídas as transições de alta energia denominadas pela transferência de carga do metal para o ligante (TCML). Os espectros de infravermelho do complexo [Cu(phen)2DMPYS] PF6 apresentam bandas características 1099 cm-1 e bandas de Cu-S em 475 e 435 e no complexo [Cu(bpy)2DMPYS]PF6 observa-se bandas características -1 e Cu-S em 472 e 442 cm-1, que confirmam a formação do complexo. Os complexos de cobre podem apresentar potenciais de oxidação de Cu(I)/Cu(II) ou de redução Cu(II)/Cu(I) envolvendo um elétron. O complexo [Cu(phen)2DMPYS] PF6 foi investigado pela técnica de fluorescência apresentando propriedades luminescentes com bandas bem definidas nos comprimentos de onda máximo de emissão em 493 nm e outras duas em 362 e 374 nm. Os resultados dos ensaios biológicos mostraram que o complexo [Cu(phen)2(DMPYS)] PF6, apresentou frente às bactérias Escherichia colli, Pseudomona, Staphylococcus aureu e Enterococcus faecalis uma atividade antibacteriana no qual houve inibição do crescimento de todas as bactérias sendo a concentração mínima de 710 μgmL-1.
Resumo inglês:The coordination chemistry in which are embedded the transition metals have been the focus of research by presenting biological properties, photochemistry and photophysics depending on the types of ligands coordinated. Copper is known for its biochemical behavior that aroused interest in recent decades when they were established and clarified some functions of coordination compounds containing copper. The ligands of type tiopirimidinas and their complexes are being investigated as antiviral and antitumor antimetabolite as well as their interesting photochemical properties. These binders contain S, N electron donors that form complexes with different coordination modes to metals. Complexes of N, N-chelating ligands of copper (II) are of interest in biological activity of importance for having electrochemical and spectroscopic properties. The copper complexes with such ligands may exhibit electronic transitions type charge transfer from the metal to ligand (MLCT) or load transfer from ligand to metal (TCLM) having high energy in the visible region, and the transitions dd type. The UV-vis spectra in the visible region confirms the formation of the complex [Cu(phen)2DMPYS] PF6 and [Cu(bpy)2DMPYS] PF6 in which it is observed absorptions characteristics typical of Cu (I) energy transitions called the load transfer from the metal to ligand (MLCT). The infrared spectra of the complex [Cu(phen)2DMPYS] PF6 (ring) at 1099 cm-1 and Cu-S bands at 475 and 435 and the complex [Cu(bpy) 2DMPYS] PF6 -1 and Cu-S 472 and 442 cm-1, confirming the complex formation. The copper complexes may have oxidation potentials of Cu (I) / Cu (II) or reduction of Cu (II) / Cu (I) involving an electron. The complex [Cu (phen)2DMPYS] PF6 was investigated by the technique of fluorescence bands having luminescent properties in well-defined wavelength emission maximum at 493 nm and two others at 362 and 374 nm. The results of biological testing showed that the complex [Cu(phen)2(DMPYS)] PF6, presented on the bacteria Escherichia coli, Pseudomonas, Staphylococcus aureu and Enterococcus faecalis an antibacterial activity where there was inhibition of growth of all bacteria being the minimum concentration of 710 μg mL-1.