A concepção de sujeito e da constituição da subjetividade a partir da teoria marxista: os desafios teórico-práticos para o conhecimento

Esta dissertação traz enquanto objeto de estudo a concepção de sujeito e da constituição da subjetividade no trato dado às manifestações subjetivas pelos profissionais de Psicologia e Serviço Social inseridos nos serviços da política de assistência social. Enquanto proposta, almeja analisar como tem...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Guimarães, Fernanda de Oliveira lattes
Orientador/a: Souza Filho, Rodrigo de lattes
Banca: Guerra, Yolanda Aparecida Demetrio lattes, Fortes, Ronaldo Vielmi lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora
Programa: Programa de Pós-graduação em Serviço Social
Department: Faculdade de Serviço Social
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1531
Resumo Português:Esta dissertação traz enquanto objeto de estudo a concepção de sujeito e da constituição da subjetividade no trato dado às manifestações subjetivas pelos profissionais de Psicologia e Serviço Social inseridos nos serviços da política de assistência social. Enquanto proposta, almeja analisar como tem sido concebida a relação sujeito-objeto, a formação da subjetividade e, consequentemente, a que se refere as manifestações subjetivas dos sujeitos e famílias por eles atendidos. Assim, realiza uma investigação com profissionais inseridos nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), no município de Leopoldina (MG), buscando verificar em que medida têm se localizado dentro do embate no campo teórico-prático para compreensão das demandas subjetivas. A dissertação busca o revigoramento das contribuições teórico-filosóficas da teoria marxista para o conhecimento da categoria subjetividade, sobretudo, nos apontamentos do filósofo György Lukács, em seus estudos da ontologia do ser social, que permitem trazer à cena como a subjetividade se objetiva e qual o papel do processo de individuação e da personalidade humana.
This dissertation studies the conception of the subject and the formation of the subjectivity in its relation with the subjective manifestations given by professionals of Psychology and Social Service inside the public services of social assistance. It aims to analyse how the relation subject-object has been conceived, the formation of the subjectivity and, as a result, the subjective manifestation of the individuals and families attended. In doing so, it undertakes an investigation with professional within the Social Assistance Reference Centers (CRAS) in the town of Leopoldina (in Minas Gerais state) trying to assess the extend to which such centers work within the debate of the theoretical and practical field to comprehend the subjective requirements. This works tries to empower the theoretical and philosophical contributions of the Marxist theory for the knowledge of the subjective category, especially in the reflections of the philosopher György Lukács, in his studies of the ontology of the social being, that brings how the subjectivity objectify itself and what role the process of individualization and the human personality play.