Síntese de derivados aminoquinolínicos e avaliação do efeito em protozoários

Este trabalho mostra a síntese de 26 derivados aminoquinolínicos e suas avaliações em protozoários. Para uma melhor apresentação do projeto este foi dividido em três séries: a primeira está relacionada à síntese de hidrazonas e a segunda à síntese de bases de Schiff. Os dois núcleos bioativos foram...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Souza, Isabela de Oliveira lattes
Orientador/a: Silva, Adilson David da lattes
Co-advisor: Coimbra, Elaine Soares lattes
Banca: Carmo, Arturene Maria Lino lattes, Santos, Juliana Alves dos lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/4655
Resumo Português:Este trabalho mostra a síntese de 26 derivados aminoquinolínicos e suas avaliações em protozoários. Para uma melhor apresentação do projeto este foi dividido em três séries: a primeira está relacionada à síntese de hidrazonas e a segunda à síntese de bases de Schiff. Os dois núcleos bioativos foram conjugados envolvendo o conceito de hibridação molecular. Já a terceira série envolveu a síntese de complexos de prata, a partir dos ligantes 4-aminoquinolínicos. Todos os compostos foram devidamente caracterizados utilizando técnicas espectroscópicas que permitiram a identificação dos mesmos. Os compostos sintetizados tiveram seu potencial antiparasitário avaliado em parasitos do gênero Leishmania e Plasmodium, que são responsáveis pelas doenças Leishmanioses e Malária, respectivamente. Além disto, tiveram sua toxidez avaliada em células de mamíferos, tendo sido escolhidos macrófagos peritoneais de camundongos. Em relação à atividade leishmanicida, parte dos compostos foram ativos em Leishmania sp, com destaque para o composto 1a em formas amastigotas de L. amazonensis (CI50 de 8,1 µM), resultado próximo ao fármaco utilizado como referência, Miltefosina (CI50 de 4,15µM). A maioria dos compostos não apresentou citotoxicidade expressiva para os macrófagos, com exceção dos compostos 1b, 1f e 2d. Os testes em Plasmodium ainda estão em fase de análise. Os resultados aqui apresentados confirmam o potencial biológico de derivados aminoquinolinas e estimulam a continuidade dos estudos com esta classe de moléculas para o tratamento de doenças parasitárias.
This work demonstrates the synthesis of 26 aminoquinolinic derivatives and their evaluation in protozoa. For a better display, the project was divided into three series: the first is related to hydrazone synthesis and the second to synthesis of Schiff bases. The two bioactive nuclei were conjugated involving the concept of molecular hybridization. The third series involved the synthesis of silver complexes from the 4-aminoquinoline ligands. All components were properly characterized using spectroscopic techniques that allowed their identification. The synthesized compounds had their antiparasitic potential evaluated in parasites of the genus Leishmania and Plasmodium, which are responsible for Leishmaniasis and Malaria, respectively. In addition, their toxicity was evaluated in mammalian cells using murine peritoneal macrophages. Regarding the leishmanicidal activity, part of the compounds presented activity against Leishmania sp, with emphasis on compound 1a in amastigotes of L. amazonensis (IC 50 of 8.1 μM), a close result to the reference drug Miltefosine (IC 50 of 4.15 μM). Most compounds did not present expressive cytotoxicity for macrophages, except for compounds 1b, 1f and 2d. Plasmodium tests are still under review. These results confirm the potential biological of aminoquinoline derivatives and stimulate further studies with this class of molecules for the treatment of parasitic diseases.