O estudo de caso aplicado ao ensino médio: o olhar do professor e do aluno sobre essa estratégia de ensino

O presente estudo discute sobre a Estratégia de Ensino por Estudo de Caso (EEEC). Um instrumento que se baseia na participação ativa do aluno, visando o aprendizado de conhecimentos específicos, atrelados ao desenvolvimento de habilidades que possam contribuir para o exercício da cidadania; objetivo...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Faria, Fernanda Luiza de lattes
Orientador/a: Reis, Ivoni de Freitas lattes
Banca: Mól, Gerson de Souza lattes, Lopes, Jose Guilherme da Silva lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/857
Resumo Português:O presente estudo discute sobre a Estratégia de Ensino por Estudo de Caso (EEEC). Um instrumento que se baseia na participação ativa do aluno, visando o aprendizado de conhecimentos específicos, atrelados ao desenvolvimento de habilidades que possam contribuir para o exercício da cidadania; objetivo maior do Ensino Médio segundo a LDB 9394/96. A EEEC se dá através de casos investigativos que trazem uma problemática. Nesta atividade o aluno é convidado a solucionar o caso e o professor atua principalmente como mediador. É uma estratégia pouco utilizada no ensino de Ciências em nível superior, sendo esse número ainda mais reduzido no Ensino Médio. A fim de divulgar a EEEC, proferimos um minicurso para os professores de Química das escolas da cidade de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. Dentre os 12 docentes participantes, a partir da disponibilidade destes, três foram convidados a aplicar a EEEC em uma de suas turmas do Ensino Médio. Baseando-nos nesta experiência, investigamos a concepção do professor e do aluno sobre essa estratégia de ensino, a fim de avaliar as suas possibilidades e limitações no Ensino Médio. Para tal, algumas aulas, que permearam a aplicação da atividade, foram observadas, os casos construídos pelos docentes foram avaliados. Ademais, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os três professores e os alunos responderam a um questionário. A partir do corpus construído, foi realizada, para a sua interpretação, a Análise de Conteúdo com a formação de categorias significativas. Os resultados mostraram que os docentes elaboraram narrativas que abordavam temas sociais oportunos, capazes de evocar discussão e conscientização, além de serem interessantes e próximos do cotidiano dos alunos. Os professores compreenderam bem a essência da EEEC, verificando o potencial dessa atividade para contribuir com a formação da consciência de cidadania. Além disso, opinaram que a vivência com a atividade pode trazer contribuições para a sua prática pedagógica. Os docentes destacaram também, obstáculos relevantes que permearam a execução da atividade, como: o tempo, os recursos para a pesquisa e as dificuldades na elaboração dos casos. Os alunos demonstraram satisfação com a estratégia, revelando que gostaram do tema abordado, de trabalhar em grupo e de como a atividade foi conduzida. Eles destacaram que a realização da EEEC trouxe contribuições, como: a conscientização a partir do tema proposto, a aquisição de conhecimentos e o estímulo de algumas habilidades.
This study discusses the Case Study Education Strategy (CSES), an instrument based on active student participation. CSES is aimed at learning specific knowledge linked to the development of skills that can contribute to the exercise of citizenship, which is a higher education goal according to LDB 9394/96. CSES consists of investigative cases that bring up a problem in which the student is asked to solve, and the teacher acts primarily as a mediator. This strategy is seldom used in science teaching at the college level, and even more rarely applied in high-school. In order to promote the CSES, we conducted one short course for Chemistry teachers at schools in the city of Juiz de Fora, Minas Gerais. Based in time availability of 12 participating teachers, three of them were invited to apply CSES in one of their high school classes. Founded on this experience, we investigate the notions of teacher and student about this teaching strategy, in order to learn about CSES possibilities and limitations of usage in high-school. To achieve this goal, some classes that permeated the implementation of activity were observed; cases proposed by the teachers were evaluated; a semi-structured interview was conducted with the three teachers; and the students answered a questionnaire. The interpretation of the corpus built by the preceding actions was performed by content analysis, with the formation of meaningful categories. The results showed that teachers developed narratives addressing timely social issues, which have been able to evoke discussion and awareness, as well as being interesting and close to the daily life of students. It was also verified that teachers have understood the essence of CSES, verifying the potential of this sort of activity as a contribution to the formation of a well-aware citizen; the teachers expressed the opinion that such experience may actually contribute to their pedagogical practice. Teachers also highlighted noteworthy obstacles that permeated the activity execution, as time consumption, necessary resources for research and difficulties in the preparation of the cases-studies. In addition, students also expressed satisfaction with the strategy, revealing that became fond of the topic discussed, and enjoyed working as groups, and how the activity was conducted; the students noted that CSES activity brought up contributions like the awareness about the proposed theme, the acquisition of new knowledge, and the development of skills.