Química no ensino fundamental: concepções docentes sobre o currículo de ciências

O presente trabalho se propõe a investigar as concepções de professores de ciências, que lecionam no ensino fundamental, sobre os conceitos de química no currículo nesta etapa de escolarização, buscando identificar quais são, na visão desses docentes, as contribuições do conhecimento químico. Para i...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Medeiros, Vitor Iotte lattes
Orientador/a: Lopes, José Guilherme da Silva lattes
Banca: Falcomer, Viviane Aparecida da Silva lattes, Afonso, Andréia Francisco lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/10017
Resumo Português:O presente trabalho se propõe a investigar as concepções de professores de ciências, que lecionam no ensino fundamental, sobre os conceitos de química no currículo nesta etapa de escolarização, buscando identificar quais são, na visão desses docentes, as contribuições do conhecimento químico. Para isso, utilizamos como recurso de coleta de dados um questionário visando um mapeamento do perfil profissional e as concepções de currículo desses professores, e posteriormente, utilizamos entrevistas semiestruturadas. Os dados foram interpretados a partir da Análise de Conteúdo. Nossos resultados apresentaram que os professores são majoritariamente biólogos; que compreendem a relevância do conhecimento químico, porém indicam ter dificuldades metodológicas para implementar o ensino de conceitos químicos no ensino de ciências. Outro fator limitante é a estrutura curricular fragmentada e disciplinar na qual os conteúdos biológicos ocupam praticamente todo o currículo de ciências, mesmo não sendo essa organização indicada pelas orientações curriculares, como eram os Parâmetros Curriculares Nacionais e mais recentemente a Base Nacional Comum Curricular. Percebemos também que as concepções de currículo dos professores vão na direção do que discutem os estudiosos da área, entretanto, o discurso não se reflete na prática docente, pois organizam seus currículos com características de fragmentação e disciplinarização com ausência de integração curricular entre as áreas de conhecimento das ciências. Acreditamos que este trabalho apresenta uma discussão relevante sobre a formação de professores de ciências e pode contribuir para fomentar ações de formação continuada e elaboração de políticas públicas para que os professores em exercício profissional possam superar os desafios e limitações da formação possibilitando um ensino que contemple os conteúdos de química, física, biologia e geologia de forma integrada contribuindo para a formação cidadã do aluno.
This research intends to investigate the conceptions of science teachers who teach in elementary school about the concepts of chemistry in the science curriculum. Therefore, we seek to understand which are, from the point of view of teachers, the contributions of chemical knowledge to this level of education. Based on the qualitative methodology, the data collection resource was used through a questionnaire that aimed at a more general view about the previously presented objective and, later, semi-structured interviews were used. The data were analyzed from the Content Analysis framework. We could see that teachers are mostly biologists; which understand the relevance of chemical knowledge, but indicate methodological difficulties to implement the teaching of chemical concepts in science education. Another limiting factor is the fragmented and disciplinary curricular structure where the biological contents occupy practically the entire science curriculum, even though it is not indicated by the curricular guidelines, such as the National Curricular Parameters and more recently the National Curricular Common Base. We also perceive that the curriculum conceptions of the teachers go in the direction of the researchers of the area. However, we could see that the discourse is not reflected in the teaching practice We believe that this research presents a relevant discussion about the formation of science teachers and can contribute to fomenting actions of continuous formation and elaboration of public policies so that professors in professional practice can overcome the challenges and limitations of the formation allowing education that contemplates the contents chemistry, physics, biology and geology in an integrated way contributing to the education of the student's citizen.