Perfil dos professores de química do município de Juiz de Fora: sua formação inicial, continuada e o exercício profissional

O presente trabalho se insere na temática sobre a formação continuada de professores. Trata-se de uma investigação do perfil dos professores de química do município de Juiz de Fora e dos fatores que foram relevantes na sua formação inicial e continuada, bem como em seu exercício profissional, de aco...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Melo, Lilian Guiduci de lattes
Orientador/a: Lopes, José Guilherme da Silva lattes
Banca: Silveira, Helder Eterno da lattes, Flôr, Cristhiane Carneiro Cunha lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1721
Resumo Português:O presente trabalho se insere na temática sobre a formação continuada de professores. Trata-se de uma investigação do perfil dos professores de química do município de Juiz de Fora e dos fatores que foram relevantes na sua formação inicial e continuada, bem como em seu exercício profissional, de acordo com sua percepção. Nossos dados estão baseados em questionários respondidos por 35 professores de química em exercício no 2° semestre de 2010 e em entrevistas de 6 destes professores. Os dados quantitativos obtidos do questionário foram comparados com os dados de pesquisas nacionais visando comparar à situação do município de Juiz de Fora. As respostas discursivas do questionário e das entrevistas foram analisadas a partir de categorias emergentes. De acordo com os resultados, caracterizamos os professores analisados de acordo com o gênero, idade, formação básica, formação inicial, formação continuada e dedicação ao exercício profissional. Além disso, os resultados apontaram para uma construção do professor limitado à formação ambiental, tendo, assim, a formação inicial pouca contribuição, devido ao seu distanciamento da realidade e o estágio ocorrendo apenas como aplicação da teoria, carecendo de um trabalho conjunto entre professor do Ensino Superior, licenciando e professor da Educação Básica. Acreditamos que a formação do professor deva ser repensada, visando promover uma ruptura da formação ambiental, partindo da problematização desta para a construção do conhecimento dos futuros professores. Tal formação implica também na desvalorização da formação continuada na área de Ensino de Química, tendo como consequência uma limitação da atuação dos professores junto à comunidade científica na construção de conhecimento químico escolar.
The present work investigates in-service teacher formation. It examined the profile of chemistry teachers in Juiz de Fora, Brazil in relation to initial and continuing teacher education and professional life, taking in accordance its perception. The research is based on a questionnaire answered by 35 teachers of chemistry during the second semester of 2010 and on interviews with six of them. The quantitative data obtained from this questionnaire were compared with national data to ascertain the real situation in the city of Juiz de Fora. The discursive answers and the interviews from this questionnaire were analysed according to the emergent categories. We classified the teachers according to their gender, age, basic, initial and continuing teacher education and professional education. The results show that formation of teachers is limited to their personal past experiences in the classroom as students, and we infer that their initial teacher education made a limited contribution, owing to their distance from the reality, and the stage occurring just like the application of the theory, without the work together between the teacher from the superior course, the future teacher and the teacher from the basic education. We believe that teacher formation should be revisited, to break the link with personal past experiences and to seek appropriate input for the construction of future teachers. The present formation results in the devaluation of continuing teacher education in the area of chemistry education, limiting the performance of the teachers inside the scientific community in terms of improving chemical knowledge.