A Química numa visão de Ciência integrada e sua contribuição para a formação cidadã: um estudo a partir de escolas com pedagogias diferenciadas

Uma escola que busca estabelecer uma pedagogia diferenciada, cuja trajetória vem romper com os programas anuais massivos e respeitar a individualidade do aluno em seu percurso, merece e demanda toda a atenção dos educadores do século XXI. Assim, o presente estudo vem investigar escolas que apresenta...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Faria, Fernanda Luiza de lattes
Orientador/a: Reis, Ivoni de Freitas lattes
Banca: Mól, Gersol de Souza lattes, Silva, Nilma Soares da lattes, Reis, Rita de Cássia lattes, Richetti, Graziela Piccoli lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/5962
Resumo Português:Uma escola que busca estabelecer uma pedagogia diferenciada, cuja trajetória vem romper com os programas anuais massivos e respeitar a individualidade do aluno em seu percurso, merece e demanda toda a atenção dos educadores do século XXI. Assim, o presente estudo vem investigar escolas que apresentam pedagogias de ensino diferenciadas, mas que se sustentam em propostas que têm como objetivo o ensino para todos. Sob o âmbito do Ensino de Química, o objetivo deste estudo foi investigar como o saber químico é trabalhado no Ensino Fundamental em uma Escola Waldorf, uma Escola Montessori e na Escola da Ponte. Buscamos ainda como os alunos dessas três instituições compreendem a Química nas suas relações interdisciplinares e possíveis aplicações na sociedade. Os ambientes de pesquisa foram a Escola Paineiras Waldorf, localizada na cidade de Juiz de Fora, MG, a Escola Montessori Meimei localizada na cidade do Rio de Janeiro, RJ, e a Escola da Ponte, localizada em São Tomé de Negrelos, Portugal. Os sujeitos desta pesquisa foram alunos do Ensino Fundamental dessas três instituições e seus professores de Química. Para a construção dos dados, foram utilizados como instrumentos de pesquisa a observação e a entrevista semiestruturada. Foram observados os três espaços escolares como um todo, os materiais produzidos pelos alunos investigados e as aulas de Química, nas escolas em que haviam esse formato de ensino. Todas as observações foram compiladas em diário de campo e os materiais foram registrados por fotografia. Na Escola Paineiras Waldorf, as aulas ainda foram gravadas em áudio. Entrevistas foram realizada com alunos e professores, sendo todas gravadas em áudio e, posteriormente, transcritas. Para tratamento e análise dos dados utilizamos a Análise de Conteúdo. Nas três instituições, os resultados apontaram estratégias de ensino que contribuem para a formação cidadã, favorecendo que os alunos se tornem mais autônomos e críticos. A Escola da Ponte e a Montessori se destacaram por apresentarem formas de organização escolar diferenciadas. No caso da Escola da Ponte, vale destacar o uso de assembleias e do processo de auto avaliação. Especificamente sobre o ensino de Química, a Escola Waldorf se destacou por trazer uma metodologia de ensino mais diferenciada, com um currículo estruturado em eixos temáticos, com valorização da contextualização e da interdisciplinaridade, focado na experimentação e na observação com ênfase nos sentidos. Na Escola da Ponte e na Escola Montessori notamos um ensino de Química ainda preso ao currículo tradicional, com ênfase no conteúdo e pouca contextualização. Em virtude disso, os alunos da Escola Waldorf demonstraram estabelecer melhores relações do conteúdo químico com questões da sociedade e de outras disciplinas, o que não se fez tão presente entre os alunos da Escola da Ponte e da Escola Montessori. Este estudo tornou-se mais significativo à medida que possibilitou discussões sobre temáticas ainda pouco familiares ao contexto das pesquisas educacionais e do próprio cotidiano dos professores em geral. Além disso, foi possível salientar aspectos notáveis das três propostas pedagógicas, proporcionando ricas discussões no âmbito da Educação Básica.
A school that seeks to establish a differentiated pedagogy, whose trajectory breaks with the massive annual curricula and respects the individuality of the students in their learning course, deserves and demands all of the attention from the educators of the 21st century. Thus, the present study investigates schools that present differentiated teaching pedagogy and that, therefore, are based on a teaching proposal for everyone. Under the scope of the Teaching of Chemistry, the objective of this study is to investigate how the knowledge of Chemistry is worked in Elementary School in three schools: one whose teaching methods are based on Waldorf Education, one based on the Montessori method, and the ‘Escola da Ponte’; and how the students of these three institutions understand chemistry in their interdisciplinary relationships and application in society. The school where the research took place were the Paineira Waldorf School, located in the city of Juiz de Fora, MG, the Montessori Meimei School, located in the city of Rio de Janeiro, RJ, and the ‘Escola da Ponte’, located in São Tomé de Negrelos, Portugal. The subjects were primary school students from the three institutions investigated and their Chemistry teachers. The research tools used to gather data were observation and the semistructured interview. The three school spaces were studied as a whole, as well as the materials produced by the subjects, and the chemistry in the schools that had classes as a teaching method. All observations were compiled in a field diary, the materials were recorded by means of photography and, at the Paineira Waldorf School, classes were also recorded in audio. The interview was conducted with students and teachers, all recorded in audio and later transcribed. Content Analysis was used to handle the data. The results point out that the three institutions have an education method which contributes to the formation of citizens, with more autonomous and critical students. The ‘Escola da Ponte’ and the Montessori schools stood out for their differentiated organization, besides the assembly and the process of self-evaluation carried out at the former. Specifically on the teaching of Chemistry, the Waldorf School excelled in bringing a more differentiated teaching, with their curriculum being structured in thematic axes, valuing contextualization and interdisciplinarity, besides focused on experimentation and observation, with an emphasis on the senses. However, at the ‘Escola da Ponte’ and at the Montessori schools, the teaching of Chemistry is still attached to the traditional curriculum, with an emphasis on content and poor contextualization. As a result, the Waldorf School students demonstrated a greater relationship between the contents taught with society and other subjects, which was not so prevalent in the students at the ‘Escola da Ponte’ and Montessori school. This study is significant in the extent that it has brought about discussions about themes which are still unfamiliar to the context of educational research and the daily life of teachers in general. In addition, it was possible to emphasize remarkable aspects of the three teaching methods that can be considered in Brazilian schools, providing rich discussions for the scope of Basic Education.