Turismo (d)e teledramaturgia na narração dos espaços urbanos: a representação da cidade de Tiradentes na minissérie Hilda Furacão da Rede Globo

A pesquisa trabalha no interstício de diversas áreas, para analisar como as cidades midiatizadas da teledramaturgia erguem imaginários urbanos em Tiradentes; e como estes podem ser, posteriormente, negociados em narrativas turísticas. Para estudar as especificidades do Turismo de Teledramaturgia, tr...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Fois-Braga, Humberto lattes
Orientador/a: Ribeiro, José Luiz lattes
Banca: Gastal, Susana de Araujo lattes, Musse, Christina Ferraz lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação
Department: Faculdade de Comunicação Social
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/4219
Resumo Português:A pesquisa trabalha no interstício de diversas áreas, para analisar como as cidades midiatizadas da teledramaturgia erguem imaginários urbanos em Tiradentes; e como estes podem ser, posteriormente, negociados em narrativas turísticas. Para estudar as especificidades do Turismo de Teledramaturgia, três pontos situados na confluência destes dois fenômenos são privilegiados: o lazer, os sujeitos (telespectadores e turistas) e o território ocupado e narrado por tais produções culturais. Tal “terra narrada” é discutida através da identidade nacional, das cidades como textos a serem percorridos e lidos, e pelo papel do urbanismo das vilas coloniais mineiras na constituição da brasilidade. A partir da minissérie Hilda Furacão (Rede Globo, 1998), a metodologia de análise de conteúdo codifica a cidade midiática de Santana dos Ferros que emergiu e negociou sua existência com a malha urbana da cidade-locação – Tiradentes. O turismo de teledramaturgia é uma hibridização entre estes dois fenômenos que o constitui, gerando uma terceira via na leitura do urbano, sendo a análise de conteúdo um dos elos que transmuta os textos midiáticos em narrativas turísticas.
This dissertation aims at analyzing how cities heavily depicted by the media through telenovelas make urban imaginary arise in Tiradentes; and how this can be, later, transported into Tourist Narratives. To study the specificities of Tourism of Telenovela, three aspects found in the merger of these two phenomena are highlighted: Leisure, the subjects (the viewers and tourists) and the territory occupied and used by such cultural productions. Such “narrated land” is discussed through national identity, through the cities as texts to be followed and read, and the role of urbanism of the colonial villages in the Brazilian State of Minas Gerais in constituting what we call “Brazility”. Using the miniseries Hilda Furacão (Rede Globo, 1998), the content analysis encodes the fictitious city of Santana dos Ferros which emerged from the miniseries and started to exist within the real City/Filming-Location Tiradentes. The Tourism of Telenovela mentioned by this dissertation is a hybridization of these two phenomena that constitute it, generating a third way in the reading of the urbane, with the content analysis being one of the links which transmutes the scripts into Tourist Narratives.