Desafios e possibilidades da política de assistência estudantil da UFJF

O objetivo deste trabalho é investigar as ações, desenvolvidas pela política de assistência estudantil da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), concebidas com o propósito de minimizar a desigualdade social e educacional. Tomando como base as áreas estratégicas, propostas pelo Programa Naciona...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Assis, Anna Carolina Lili de lattes
Orientador/a: Sanábio, Marcos Tanure lattes
Banca: Santiago, Cassia Viviani Silva lattes, Siqueira, Euler David de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora
Programa: Mestrado em Gestão e Avaliação em Educação Pública
Department: Faculdade de Educação
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1064
Resumo Português:O objetivo deste trabalho é investigar as ações, desenvolvidas pela política de assistência estudantil da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), concebidas com o propósito de minimizar a desigualdade social e educacional. Tomando como base as áreas estratégicas, propostas pelo Programa Nacional de Assistência Estudantil, esta pesquisa teve como foco as ações que contribuem para uma formação ampliada do aluno e para permanência no ensino superior, fora do âmbito do oferecimento de auxílio material. A assistência estudantil é uma política social pública, ou seja, um programa de ação governamental voltado para o propósito de redução das desigualdades sociais. Pode-se associar desigualdade social à pobreza, porém, a concepção de pobreza, que norteia esse trabalho, não se restringe à carência material, compreendendo-a também como repressão do acesso à vantagens sociais, como: saúde, educação e cultura. Dessa forma, este trabalho propõe uma visão mais ampla da política de assistência ao estudante, sugerindo ações voltadas não só ao combate da pobreza, mas que busquem também reduzir outras formas de desigualdade social. A pesquisa teve abordagem qualitativa, e foi organizada sob a forma de estudo de caso. Foram realizadas entrevistas com seis atores que atuam em diferentes setores da UFJF, com o intuito de conhecer as ações desenvolvidas pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PROAE, gestora da política de assistência) em parceria com outros setores da instituição. Adicionalmente, foi realizada pesquisa documental e bibliográfica a fim de apresentar as experiências de dez universidades públicas brasileiras, que também desenvolvem essa política e que ilustram como a política de assistência pode ser pensada de forma a abarcar projetos e ações no âmbito da cultura, saúde (na forma de atendimento psicológico oferecido aos beneficiários) e esportes. Os resultados da pesquisa, realizada na UFJF, indicaram a necessidade de promover avaliações da política, com o intuito de conhecer o perfil dos alunos atendidos, identificar necessidades do público alvo, subsidiar a implantação de novas ações e verificar a eficácia das que já estão em curso. Também indica que é importante mapear os setores com os quais a PROAE pode desenvolver parcerias e projetos para ampliar sua atuação. Revelou, ainda, a importância de ampliar a divulgação das ações, desenvolvidas por essa Pró-Reitoria, responsável pela condução da política de assistência estudantil, para que os apoiados pelo programa possam conhecer os benefícios oferecidos e oportunidades.
The present dissertation aims to investigate the actions, developed by the student assistance policy of the Federal University of Juiz de Fora (UFJF), conceived with the purpose of minimizing educational and social inequality. Having as basis the strategic areas, proposed by the National Program of Student Assistance, this research had as its focus the actions which contribute to an enhanced student formation and to their permanence in higher education, outside the scope of material aid. Student assistance is a public social policy, that is, a governmental plan of action aimed to reducing social inequality. Social inequality may be associated to poverty, but the concept of poverty that guides this study is not restricted to material distress, also encompassing the access to social advantages, such as: healthcare, education and culture. Therefore, this dissertation proposes a broader view of the student assistance policies, suggesting actions not only to fight poverty, but that may reduce other forms of social inequality as well. The research was qualitative in nature and was organized as a case study. We utilized interviews with six individuals who work in different sectors at UFJF, aiming to detail the actions developed by the Office of Student Affairs (PROAE, which manages the assistance policy) while partnering with other sectors of the institution. Additionally, we conducted a documental and bibliographical research in order to present the experiences of ten Brazilian public universities, which also develop such policy and that illustrate how the student assistance policy may be considered as a means to encompass projects and actions from the fields of culture, healthcare (as in psychological care offered to the assisted students) and sports. The results of the research, conducted at UFJF, indicate the need to promote assessments on the policy, in order to find out more about the profile of the assisted students, identify the needs of the target audience, subsidize the implementation of new actions and verify the efficacy of the ongoing ones. It also indicates the importance of mapping out the sectors with which the PROAE may develop partnerships and projects to increase its action. Besides, it revealed the importance to increase the dissemination of the actions developed by the Office responsible for conducting the student assistance policy, so that those supported by the program may know the benefits and opportunities that are offered.