A interdisciplinaridade na formação docente: investigando contribuições de um processo de formação continuada de professores da área de Ciências Naturais a partir do tema Nanociência e Nanotecnologia

A interdisciplinaridade é uma perspectiva que vem sendo defendida visando a superação da excessiva fragmentação de conhecimentos nas mais diversas esferas da sociedade. No campo educacional brasileiro, ganha relativo destaque a partir da década de 1990. Entretanto, apesar de diversos estudos e orien...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Silva, Paulo Ricardo da lattes
Orientador/a: Lopes, José Guilherme da Silva lattes
Banca: Souza, Gilmar Pereira de lattes, Silva, Nilma Soares da lattes, Afonso, Andreia Francisco lattes, Reis, Ivoni de Freitas lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/10296
Resumo Português:A interdisciplinaridade é uma perspectiva que vem sendo defendida visando a superação da excessiva fragmentação de conhecimentos nas mais diversas esferas da sociedade. No campo educacional brasileiro, ganha relativo destaque a partir da década de 1990. Entretanto, apesar de diversos estudos e orientações curriculares apontando sua importância nas escolas, persistem inúmeras dificuldades para o desenvolvimento de práticas interdisciplinares, o que pode estar ligado à formação de professores, ainda fortemente marcada pela lógica disciplinar. Partimos da hipótese de que os Saberes Docentes definidos por Tardif (2014) articulados às modalidades de interdisciplinaridade apontadas por Lenoir (2013) podem contribuir para a implementação de estratégias com potencial formativo, visando o desenvolvimento de práticas docentes interdisciplinares. Dessa forma, este trabalho teve como objetivo de investigar as contribuições de um processo de formação continuada para professores com foco na formação para atuação interdisciplinar, a partir do tema Nanociência e Nanotecnologia (N&N). Adicionalmente, procuramos compreender como os professores participantes dos cursos desenvolvem uma prática interdisciplinar, bem como se apropriam de conceitos relacionados à N&N e os abordam na Educação Básica. Portanto, os sujeitos desta pesquisa foram os professores que participaram de processos de formação continuada oferecidos em 2015 e 2016, bem como alunos desses professores após o oferecimento de aulas envolvendo a N&N. Os dados foram construídos a partir de gravações em áudio e vídeo de todos os encontros dos cursos, de materiais produzidos por alunos dos professores (cartazes, avaliações escritas) e entrevistas realizadas com duas professoras e foram analisados sob a ótica da Análise de Conteúdo. Em relação à busca pelo processo de formação continuada, verificamos que a participação dos professores foi motivada por desconhecimento sobre N&N e que a maioria valorizava o trabalho interdisciplinar, mas relatava dificuldades para o desenvolvimento de práticas interdisciplinares, como o tempo e a própria formação disciplinar. Observamos ainda, que o processo de formação continuada contribuiu para o desenvolvimento de diversos saberes pelos participantes, principalmente pelo estímulo ao contato com áreas diferentes da formação acadêmico-profissional e pela vivência com colegas que possuíam distintas experiências e trajetórias de formação, constituindo o que denominamos “ambiente de formação interdisciplinar”. Adicionalmente, ao longo dos encontros dos processos formativos, os professores tiveram a oportunidade de avaliar suas práticas perante alguns referenciais teóricos, buscando maior equilíbrio entre teoria e prática. Verificamos, ainda, que o estímulo ao desenvolvimento de propostas de ensino sobre N&N possibilitou a mobilização de vários saberes, o que pode ter contribuído para desencadear processos de apropriação de conceitos e de transposição didática, favorecendo futuras abordagens na sala de aula. Os resultados acima descritos indicam que ações voltadas para mobilização dos diversos saberes, articuladas a reflexões sobre práticas interdisciplinares a partir da N&N possuem potencial formativo no que diz respeito ao desenvolvimento de práticas docentes interdisciplinares.
Interdisciplinarity is a perspective that has been defended in order to overcome the excessive fragmentation of knowledge in many spheres of society. In the Brazilian educational field, this conception has gained relative prominence beginning the 1990s. However, despite several studies and curricular guidelines pointing out its importance in schools, there are still many difficulties for the development of interdisciplinary practices, what can be connected to the training of teachers, still strongly marked by disciplinary logic. We begin from the hypothesis that the Teachers’ Knowledge, defined by Tardif (2014), articulated to the modalities of interdisciplinarity, pointed out by Lenoir (2013), can contribute to the implementation of strategies with formative potential, aiming at the development of interdisciplinary teaching practices. Thus, this work aims to investigate the contributions of a continuous training process for teachers with a focus on training for interdisciplinary action, based on the theme Nanoscience and Nanotechnology (N&N). In addition, we seek to understand how the teachers participating in the courses develop an interdisciplinary practice, as well as how they appropriate N&N related concepts and approach them in the Basic Education. Therefore, the subjects of this research were the teachers who participated in ongoing training processes offered in 2015 and 2016, as well as the students of these teachers after offering classes involving N&N. The data were drawn from audio recordings and video of all course meetings, materials produced by teacher's students (posters, written assessments) and interviews with two teachers, and then analyzed from the perspective of the Analysis of Content. Regarding the pursuit for the process of continuous formation, we verified that the participation of the teachers was motivated by the unfamiliarity about the N&N theme and that most of them valued the interdisciplinary work, but reported for the development of interdisciplinary practices, such as time and the own disciplinary training. We also observed that the process of continuous education contributed to the development of diverse knowledge by participants, specially by encouraging the contact with different areas of academic and professional training and the experience with colleagues who had different experiences and learning paths, forming what we call "Interdisciplinary training environment". In addition, throughout the meetings of the training processes, teachers had the opportunity to evaluate their practices based on some theoretical references, seeking greater balance between theory and practice. We also verified that the stimulation for the development of N&N teaching sugestion made it possible the mobilization of several knowledge, which may have contributed to trigger processes of appropriation of concepts and didactic transposition, favoring future approaches in the classroom. The results described above indicate that actions aimed for the mobilization of different knowledge, articulated to reflections on interdisciplinary practices from the N&N, have formative potential concerning the development of interdisciplinary teaching practices.