Por que as pessoas votam? Uma abordagem perspectiva do comparecimento eleitoral do juizforano nos três níveis do executivo do Brasil entre 1996-2014

O estudo propõe o conceito de uma Ontossociologia a partir da análise comparada do comportamento eleitoral na cidade de Juiz de Fora e de outros importantes municípios, nas eleições para o executivo no Brasil no período 1996-2014. Nele pretendeu-se comprovar que o comportamento eleitoral do juizfora...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Soldati, Franklin lattes
Orientador/a: Magalhães, Raul Francisco lattes
Banca: Jorge, Vladimyr Lombardo lattes, Souza, Diogo Tourino de lattes, Delgado, Ignacio José Godinho lattes, Neubert, Luiz Flávio lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais
Department: ICH – Instituto de Ciências Humanas
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/6131
Resumo Português:O estudo propõe o conceito de uma Ontossociologia a partir da análise comparada do comportamento eleitoral na cidade de Juiz de Fora e de outros importantes municípios, nas eleições para o executivo no Brasil no período 1996-2014. Nele pretendeu-se comprovar que o comportamento eleitoral do juizforano pode ser lido sob quaisquer variáveis componentes do ato eleitoral. Como objetivo demonstrar que Comparecer às urnas de votação, de alguma forma, tende a indicar que o eleitor acata o sistema político eleitoral por se sentir incluído nos benefícios societários. “Abster-se“, por outro lado, tende a representar que o eleitor sente-se excluído das benesses sociais produzidas pela sociedade. ”Votar Válido” representaria concordar de algum modo com as listas eleitorais. “Votar Nulo” é discordar das mesmas listas, enquanto “Votar em Branco“ é o medo de realizar escolhas eleitorais. Como consequência desses resultados a proposição do conceito de uma Ontossociologia. Por isto, após uma revisão da literatura da área, e de seguir as pistas de uma tradição de estudos político eleitorais, o sentido da tese rumou à proposta de resignificar o conceito de engajamento eleitoral ao adicionar à ideia de “Alienação Eleitoral“, sua contraparte, a de uma “Efetividade Eleitoral“. A pesquisa ainda propiciou rearranjar o conceito de Comportamento Eleitoral. Assim, “Comparecer“ e “Votar Válido“ ou “Votar Nulo“ pode ser entendido como “Aceitação das Listas Eleitorais”, pois de alguma forma o eleitor é beneficiário dos dividendos produzidos pela sociedade, situação em que o eleitorado concorda com o sistema político eleitoral. De outra parte ”Abster-se” ou ”Votar em Branco” demonstraria ”Rejeição às Listas Eleitorais”, pois representa a exclusão social desse tipo de eleitor, em que o eleitor nega o modelo adotado. O estudo ainda permitiu incluir a ideia de um continuum entre sofisticação política e indigência social. O primeiro polo representaria o cidadão ativo, capaz de pensar e de viver a política ativamente enquanto o segundo polo é representado pelo sujeito que por algum motivo não somente se abstém dos processos eleitorais mas foi abandonado / abandonou os laços sociais comunitários e perambula. Tudo redunda na possibilidade que o alcance dos índices eleitorais propostos interfira na análise da fragmentação parlamentar e em consequente análise da estabilidade política do país dada a atual configuração do sistema político eleitoral, com representação proporcional específica. A construção de modelos ideal típicos denominados de Grupos Políticos Primários e Grupos Políticos Secundários, pensados para conter as motivações políticas primevas, determina o “conceito” e conclui a tese.
The study proposes the idea of an Onto-Sociology concept starting from the compared analysis of the electoral behavior in the city of Juiz de Fora and of other important municipal districts, in the elections for the Executive branch in Brazil in the period of years 1996 – 2014. Such study intended to prove that the electoral behavior of the “Juizforano” can be examined under any of the variable components of the electoral action. The purpose is to demonstrate that: “To Appear to Vote,” in some way might indicate that a voter accepts the electoral political system, since he/she feels included in the societal benefits. "To Abstain”, on the other hand, might indicate that such voter feels excluded from the benefits provided by the society of which he/she is included. "To Validly Vote" would represent to agree in some shape or form with the electoral lists. "To Null Vote" might indicate he/she disagrees with the same lists, while “To Cast a Blank Vote" could be due to fear of making an electoral choice. Thus the proposition of the concept of an Onto-Sociology due to the aforementioned results. Upon researching the literature and following the trends of socio-political studies, the thesis ultimately steered toward proposing a new concept, expanding on from "Electoral Alienation", but along with, that of "Electoral Effectiveness," hence reshaping the idea of electoral engagement. The research still provided the opportunity to redefine the concept of voting behavior. Therefore, to "Appear to Vote" and to "Validly Vote" or to "Null Vote" can be understood as "Acceptance of the Electoral Lists", because in some way the voter is a beneficiary of the dividends produced by society, situation in which the electorate agrees with the electoral political system. On the other hand, to "Abstain” or to "To Cast a Blank Vote" would demonstrate "Rejection to the Electoral Lists", because it represents the social exclusion of that voter profile, in that the voter denies the adopted model. The study still proposes the idea of a continuum that sprawls across between political sophistication and social destitution. The first pole would represent the active, inquisitive citizen, thus politically active, while the second pole is represented by the citizen that for some reason not only refrains from the electoral processes but has potentially abandoned / been abandoned by the community social ties and therefore wanders along without any kind of civic participation. The result is the possibility that the reach of the proposed electoral indexes might interfere with the analysis of the parliamentary fragmentation and in the consequent analysis of the political stability of the country, given the current configuration of the political-electoral system, with specific proportional representation. The construction of ideal-typical models of Primary Political Groups and Secondary Political Groups, thought to contain the primeval political motivations, thus determines the "concept" and it concludes the thesis.