Textos complementares em livros de química geral do ensino superior: uma análise para a interdisciplinaridade

Na busca pela democratização o número de instituições de ensino superior aumentou – e ainda aumenta – no Brasil, tecendo complexos desafios para o ensino universitário. Um desses desafios certamente é prover uma educação capaz de formar professores para a contemporaneidade. A interdisciplinaridade s...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Gatti, Isabela Marangon Christo lattes
Orientador/a: Afonso, Andreia Francisco lattes
Banca: Richetti, Graziela Piccoli lattes, Silveira Júnior, Célio da lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/6801
Resumo Português:Na busca pela democratização o número de instituições de ensino superior aumentou – e ainda aumenta – no Brasil, tecendo complexos desafios para o ensino universitário. Um desses desafios certamente é prover uma educação capaz de formar professores para a contemporaneidade. A interdisciplinaridade surge como uma nova perspectiva epistemológica do conhecimento que pode contribuir para o sucesso nessa missão. Tratando-se de um termo polissêmico, a interdisciplinaridade encontra muitos entraves na prática docente, tanto na escola básica quanto na universidade, pois caminha na contramão da arraigada estrutura disciplinar. Nesse sentido, é necessário que existam propostas interdisciplinares para a formação de professores, porque vivendo-as existe uma maior chance de continuidade dessa proposta na escola. É importante compreender que a formação dos professores universitários muitas vezes não abarca os fundamentos pedagógicos da docência, levando à permanência das práticas tradicionais no ensino superior. Esse problema se agrava na medida e que esses profissionais não exercem uma prática reflexiva e não participam de contextos de formação continuada voltados à docência. Assim, o objetivo desse estudo é verificar a possibilidade de que os textos complementares de um livro didático de química geral (LDQG) de ensino superior sejam intercessores da interdisciplinaridade nos cursos de química, especialmente no que se refere à formação de professores. Para selecionar o livro cujos textos complementares foram analisados investigou-se os dados de empréstimo nas bibliotecas da Universidade Federal de Juiz de Fora e o uso dos LDQG por professores (5) e alunos (18 ingressantes e 7 formandos) da mesma instituição. Também se investigou as concepções de interdisciplinaridade e o uso dos textos complementares usando questionários e entrevistas semiestruturadas. A partir desses dados, analisou-se, com base nos referenciais da análise de conteúdo, 18 textos complementares do LDQG mais utilizado no curso de licenciatura em Química. Os resultados reafirmam a polissemia da interdisciplinaridade e fornecem importantes informações sobre o uso do livro didático no curso de Química, como os critérios de seleção, por exemplo. As análises dos textos complementares revelaram que mais de 80% deles apresenta potencial para uma abordagem interdisciplinar. Assim, faz-se uma proposta de exploração dos textos complementares com base no ensino por investigação a fim de prover uma alternativa à inserção da leitura e da interdisciplinaridade na formação de professores de Química.
In the quest for democratization, the number of higher education institutions has increased - and still increases - in Brazil, creating complex challenges for university education. One of these challenges is certainly to provide an education capable of training teachers for the contemporaneous world. Interdisciplinarity emerges as a new epistemological perspective of knowledge that can contribute to success in this mission. As a polysemous term, interdisciplinarity finds many obstacles in the teaching practice, as much as in the basic school as in the university, because it goes against the ingrained disciplinary structure. In this sense, it is necessary the existence of interdisciplinary proposals for teacher training, once that by living them, there is a greater chance of continuity of this proposal in the school. It is important to understand that the training of university professors often does not cover the pedagogical foundations of teaching, leading to the permanence of traditional practices in higher education. This problem is aggravated to the extent that these professionals do not exercise a reflective practice and do not participate in contexts of continuing education directed to teaching. Thus, the aim of this study is to verify the possibility of complementary texts in a textbook of general chemistry (TGC) of higher education are intercessors of interdisciplinarity in chemistry courses, especially regarding teacher training. In order to select the book whose complementary texts were analyzed, we investigated the loan data in the libraries of the Federal University of Juiz de Fora and the use of TGCs by teachers (5) and students (18 incoming and 7 graduating) of the same institution. We also investigated the concepts of interdisciplinarity and the use of complementary texts using questionnaires and semi-structured interviews. From these data, 18 complementary texts of the TGC most used in the degree course of Chemistry were analyzed, based on the references of the content analysis. The results reaffirm the polysemy of interdisciplinarity and provide important information on the use of the textbook in the course of Chemistry, such as selection criteria, for example. Analyses of the complementary texts revealed that more than 80% of them present the potential for an interdisciplinary approach. Thus, a proposal is made to explore complementary texts based on research teaching, in order to provide an alternative to the insertion of reading and interdisciplinarity in the training of Chemistry teachers.