Síntese de aminoálcoois e aminas derivados do furano e do tiofeno com potencial ação imunossupressora e antimicrobiana

Os aminoálcoois constituem uma importante classe de compostos orgânicos, devido a sua ocorrência comum na natureza, além de serem versáteis blocos construtores para a síntese orgânica. Isto pode ser confirmado pelo grande número de moléculas sintetizadas a cada ano contendo esse grupamento, dando de...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Almeida, Camila Guimarães de lattes
Orientador/a: Le Hyaric, Mireille lattes
Banca: Viana, Gustavo Henrique Ribeiro lattes, Grazul, Richard Michael lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/4454
Resumo Português:Os aminoálcoois constituem uma importante classe de compostos orgânicos, devido a sua ocorrência comum na natureza, além de serem versáteis blocos construtores para a síntese orgânica. Isto pode ser confirmado pelo grande número de moléculas sintetizadas a cada ano contendo esse grupamento, dando destaque aos compostos com atividade imunossupressora ou antimicrobiana. Neste trabalho são descritas as sínteses de aminoálcoois e aminas derivados de heterociclos aromáticos tais como o furano e o tiofeno, usando o FTY720 como composto protótipo. Uma primeira série de compostos foi obtida por aminação redutiva do furfuraldeído, do 5-bromo-furfuraldeído e do tiofenocarboxialdeído com aminoálcoois ou octilamina. A segunda série de compostos foi obtida em duas etapas por reação dos alcoóis 2-furfurílico, 5-bromo-furfurílico e 2-tiofenílico com a epicloridrina, seguida pelo tratamento dos éteres glicídicos obtidos com aminoálcoois ou octilamina, fornecendo os aminoalcoóis correspondentes. Após purificação e caracterização dos compostos através dos métodos espectroscópicos usuais (RMN 1H e 13C, infravermelho) suas propriedades biológicas foram avaliadas in vitro. A atividade antiinflamatória foi estudada através da capacidade dos compostos em inibir a produção de óxido nítrico por macrófagos ativados. Foram também avaliados a citotoxicidade, pelo método do MTT, e o potencial antimicrobiano contra bactérias Gram-positivas, Gram-negativas e contra M. Tuberculosis. Os resultados mostraram que a atividade depende da lipofilicidade das moléculas, já que os compostos mais ativos possuem a cadeia octilamina.
Amino alcohols are an important class of organic compounds due to their common occurrence in nature, and they are versatile building blocks for organic synthesis. This can be confirmed by the large number of molecules synthesized each year containing this group, emphasizing compounds with immunosuppressive or antimicrobial activity. This work describes the synthesis of aminoalcohols and amines derivatives of aromatic heterocycles such as furan and thiophene, using FTY720 as a prototype compound. A first series of compounds was obtained by reductive amination of furfural, 5-bromo-furfural and thiophene-2-aldehyde with aminoalcohols or octylamine. The second series of compounds was obtained in two steps by reaction of 2-furfuryl, 5-bromo-furfuryl and 2-thiophen methyl alcohols with epichlorohydrin, followed by the treatment of the obtained glycidic ethers with amino alcohols or octylamine, furnishing the corresponding amino alcohols. After purification and characterization of the compounds through the usual spectroscopic methods (1H and 13C NMR, infrared), their biological properties were evaluated in vitro. The antiinflammatory activity was studied through the ability of the compounds to inhibit the production of nitric oxide by activated macrophages. We also evaluated the cytotoxicity by the MTT method and the antimicrobial potential against M. tuberculosis, Gram-positive and Gram-negative bacteria. The results showed that the activity depends on the lipophilicity of the molecules, since the most active compounds carry the octylamine chain.