Metodologia analítica para determinação de esteróis fecais em sedimentos por cromatografia líquida de alta eficiência

Os esteróis fecais são considerados importantes indicadores de contaminação fecal em ambientes aquáticos. São compostos orgânicos hidrofóbicos e encontram-se associados ao material particulado e podem ser preservados por um longo tempo com biodegradação pouco significativa. As relações entre o copro...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Resende, Michele Fabri de lattes
Orientador/a: Matos, Maria Auxiliadora Costa lattes
Banca: Rocha, Lilian lattes, Lourenço, Rafael
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Department: ICE – Instituto de Ciências Exatas
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/4234
Resumo Português:Os esteróis fecais são considerados importantes indicadores de contaminação fecal em ambientes aquáticos. São compostos orgânicos hidrofóbicos e encontram-se associados ao material particulado e podem ser preservados por um longo tempo com biodegradação pouco significativa. As relações entre o coprostanol e os demais esteróis encontrados no meio ambiente são importantes para confirmar a presença de esgoto doméstico em ambientes aquáticos. O presente trabalho desenvolveu uma metodologia analítica para extração, separação e determinação dos esteróis coprostanol, epicoprostanol, colesterol, colestanol e sitosterol em amostras de sedimento. Em seguida, aplicou-se o método em amostras de sedimentos coletadas em 6 córregos da cidade de Juiz de Fora. O método de análise dos 5 esteróis foi otimizado em Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (HPLC) utilizando coluna cromatográfica de fase reversa octadecilsilano (C-18) com detecção na região do ultravioleta. Para otimizar o processo de separação dos esteróis por HPLC, a composição e o fluxo da fase móvel por eluição isocrática foram otimizados, assim como o comprimento de onda de detecção. Como os esteróis não possuem absortividade molar nessa região do espectro, houve a necessidade de realizar o processo de derivatização. Para isso, foram testados dois reagentes derivatizantes para aumentar a sensibilidade do método. Desse modo, pode-se separar e quantificar os 5 esteróis fecais. Ao concluir essa etapa, aplicou-se essa metodologia para os estudos de tratamento de amostra. O resultado desse estudo permitiu percentuais adequados de recuperação dos analitos. Após o tratamento da amostra, realizou-se o procedimento de derivatização otimizado dos extratos para posterior análise por HPLC. Os níveis de concentração de coprostanol nas amostras de sedimento analisadas variaram entre 0,0050 e 14,48 µg.g-1. Com exceção da amostra do córrego Fazenda Floresta, todas as outras foram consideradas contaminadas por fezes utilizando os parâmetros e critérios de avaliação para esse tipo de contaminação.
The fecal sterols are considered important indicators of fecal contamination in aquatic environments. Organic compounds are hydrophobic and are associated with the particulate material and can be preserved for a long time with negligible degradation. The relationships between coprostanol and other sterols found in the environment are important to confirm the presence of domestic sewage into aquatic environments. The present work developed an analytical method for extraction, separation and determination of sterols coprostanol, epicoprostanol, cholesterol, cholestanol and sitosterol in sediment samples. Then applied the method in sediment samples collected from six streams in the city of Juiz de Fora. The method of analysis of the five sterols was optimized (High Performance Liquid Chromatography (HPLC) using reverse phase chromatography column octadecylsilane (C-18) with detection in the ultraviolet region. To optimize the separation of sterols by HPLC, the composition and flow of mobile phase for isocratic elution were optimized, as well as the wavelength of detection. Because sterols are not molar absorptivity in this spectral region, it was necessary to make the process of derivatization. For this, we tested two derivatizing reagents to increase the sensitivity of the method. Thus, it can separate and quantify the five fecal sterols. When you complete this step, we applied this methodology for studies of treatment samples. The result of this study allowed percentage recovery of analytes suitable. After treatment the sample was held optimized the procedure for derivatization of the extracts for analysis by HPLC. The concentrations of coprostanol in the sediment samples analyzed varied between 0.0050 and 14.48 µg.g-1. Except for the sample stream Farm Forest, all others were considered contaminated by feces using the parameters and evaluation criteria for this type of contamination.