DISTRIBUIÇÃO E FRACIONAMENTO DO FÓSFORO NOS SEDIMENTOS DOS RIOS BACANGA E ANIL NA ILHA DO MARANHÃO

In the present study it was determined the total stock of phosphorus (PT) in sediments from Anil and Bacanga rivers located on Maranhão island. Additionally, with the aim of assessing the lability of phosphorus in the sediment, it was used sequential chemical extraction according to the protocol of...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Nunes, Maria de Lourdes Ferreira lattes
Orientador/a: Silva, Gilmar Silvério da lattes
Banca: Marques, Edmar Pereira lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Maranhão
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA/CCET
Department: QUIMICA
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/965
Citação:NUNES, Maria de Lourdes Ferreira. DISTRIBUTION AND FRACTIONING OF MATCH IN SEDIMENTS OF THE RIVERS ANIL AND BACANGA IN ISLAND MARANHÃO. 2013. 99 f. Dissertação (Mestrado em QUIMICA) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2013.
Resumo Português:No presente estudo, foi determinado o estoque total de fósforo (TP) em sedimentos de rios Anil e Bacanga localizados na ilha do Maranhão. Além disso, com a finalidade de avaliar a labilidade de fósforo no sedimento, foi realizada a extração química sequencial de acordo com o protocolo da Comissão Europeia (normas, medidas e programa de testes). Os resultados do Rio Bacanga indicou concentrações de PT que variam de 877,91 mg kgˉ¹ e 1466,44 mg Kgˉ¹, o que permite classificar estes sedimentos em moderado a altamente poluído. A geoquímica da fração de fósforo inorgânico não apatítico (PINA) foi em média, 32% e a soma do fósforo orgânico (PO) e PINA, considerado fração lábil, apresentaram valores médios de 65%, indicando que a maior parte do fósforo tem um potencial de migrar para a água intersticial. Análise de componentes principais indicou que o PO é proporcional ao teor de matéria orgânica (MO) e que o silte e argila não apresentou bom relacionamento com frações de fósforo inorgânico apatítico (PIA) e fósforo inorgânico não apatítico (PINA) nos sedimentos. Os espectros de absorção no infravermelho revelaram a intensificação das bandas na região entre 1200 e 1800 cmˉ¹, que apresenta uma grande quantidade de minerais. Com o objetivo de estudar a capacidade de sorção de P pelos sedimentos, foi realizado experimentos de adsorção. Os dados foram ajustados pela equação de Langmuir e Freundlich. Para cada experiência foi calculada a constante de velocidade (k), o coeficiente linear de determinação (R²) e a quantidade máxima de P adsorvido (Qmáx). O modelo de Langmuir foi o mais adequado para descrever a adsorção de P nos sedimentos. Os sedimentos têm capacidade mais expressiva de adsorção de fosfato dentro dos parâmetros de isotermas, que podem atuar como um fator de mitigação contra a contribuição significativa de fósforo através de esgoto.
Resumo inglês:In the present study it was determined the total stock of phosphorus (PT) in sediments from Anil and Bacanga rivers located on Maranhão island. Additionally, with the aim of assessing the lability of phosphorus in the sediment, it was used sequential chemical extraction according to the protocol of the European Commission (Standards, Measurements and Testing Program). The results indicate PT concentrations ranging from 877.91 to 1466.44 mg. Kgˉ¹, which allows classifying these sediments moderate to highly polluted. The geochemistry of inorganic phosphorus fraction non apatite (PINA) was in mean 32% and the sum of organic fractions (PO) and PINA, considered the greatest lability, showed mean values of 65%, indicating that most of the phosphorus has potential to migrate to interstitial water. Principal component analysis indicates that the PO is proportional to organic matter (OM) and that the silt and clay did not showed good relationship with the fractions PIA and PINA in different sediments. Infrared absorption spectra reveal the intensification of bands in the region between 1200 and 1800 cmˉ¹, which features a large amount of minerals. Aiming to study the capacity of sediment P sorption was conducted adsorption experiments. Data were adjusted by Langmuir and Freundlich equation. For each batch experiment was calculated rate constant (k), the linear coefficient of determination (R²) and the maximum amount of P adsorbed (Qmax). The Langmuir model was suitable to describe the adsorption of P in sediments, because this model showed better linear coefficient of determination (R²). The sediments have yet expressive capacity of phosphate adsorption within the parameters of adsorption isotherms, which can act as a mitigating factor against the significant contribution of phosphorus via raw sewage.