INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA E DE MATERIAIS PARTICULADOS NA PRECIPITAÇÃO DOS ASFALTENOS

The oil´s behavior s study, mainly the hard fractions, including asphaltenes and resins, have became extremely important, since the relations between theses constituents during the oil mixing operations and its derivatives may bring several problems with the asphaltenes precipitance. Undesirable, th...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Almeida, Iratã Charles Ribeiro
Orientador/a: Rolemberg, Marlus Pinheiro lattes
Banca: Tanaka, Auro Atsushi
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Maranhão
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA/CCET
Department: QUIMICA
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/953
Citação:ALMEIDA, Iratã Charles Ribeiro. INFLUENCE OF THE TEMPERATURE OF THE PARTICULATE MATERIALS IN THE PRECIPITATION OF ASPHALTENES. 2013. 89 f. Dissertação (Mestrado em QUIMICA) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2013.
Resumo Português:O estudo do comportamento do petróleo, principalmente das frações pesadas, que incluem asfaltenos e resinas, tem se tornado extremamente importante, visto que as relações entre esses constituintes durante as operações de misturas de petróleos e de petróleos e seus derivados, podem trazer inúmeros problemas com a precipitação dos asfaltenos. Indesejável, a precipitação pode ocasionar obstruções de tubulações durante a extração do petróleo, diminuindo a produtividade e aumentando os custos, o que motivou a realização deste trabalho que objetiva determinar a influência da temperatura e da adição de materiais particulados, no início de precipitação (IP) dos asfaltenos em soluções modelos, no intuito de melhor caracterizar o processo de precipitação, uma vez que muitos dos modelos empregados para determinar a estabilidade e a compatibilidade entre petróleos, por exemplo, baseiam-se nos dados do início de precipitação. A técnica de Infravermelho Próximo (NIR) foi utilizada para determinar o início de precipitação (IP) dos asfaltenos na faixa de temperatura de 10 a 30ºC e com diferentes materiais particulados (calcário, arenito e argila) e a técnica de microscopia óptica na determinação do IP servindo como base para os valores obtidos com uso da técnica NIR. Os resultados indicaram variações de temperatura, pouco influentes na precipitação, em acordo com a literatura. As adições de particulados (calcário e argila) mostraram-se significativas, alterando relevantemente o início de precipitação dos asfaltenos, no entanto, o mesmo não foi observado para os particulados de arenito.
Resumo inglês:The oil´s behavior s study, mainly the hard fractions, including asphaltenes and resins, have became extremely important, since the relations between theses constituents during the oil mixing operations and its derivatives may bring several problems with the asphaltenes precipitance. Undesirable, the precipitance may cause pipe s obstruction during the oil s extraction, slowing down the production and rising up the expenses. These facts have motivated this work, that seek determine the influence of temperature and adding particulate materials, in the beginning of asphaltenes precipitation (IP) in models solutions, intending in better characterize the precipitation process, once many of the models applied to determinate the stability and compatibility between these oils, for example, are based on data from the beginning of the precipitation (IP). The technique spectroscopy near Infrared was used to determine the precipitation of asphaltenes in the temperature range from 10 to 30 ºC and with different particle materials (calcareous, sandstone, clay) and a optical microscopy technique determining IP with no temperature variations, contributing as basis for the obtained value, using the NIR technique. The results will designate the temperature variation, with little influences on precipitation, according to the literature. Particle adding (calcareous and clay) have proved to be significant, modifying significantly the asphaltenes precipitation outset, however, the same thing hasn t been noticed with the sandstone particles.