Análise do território da estratégia saúde da família por meio do geoprocessmento

This study demonstrates the use of GIS by a FHS team, located in the most normal clusters of St. Louis, the neighborhood of Coroadinho, in order to describe and analyze the team's action of the territory through the crossing of data generated by the Form A and SSA2 (ANEXO B) together with some...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Pereira, Antonilde Maria Ribeiro lattes
Orientador/a: Rodrigues, Zulimar Márita Ribeiro
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Maranhão
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE/CCBS
Department: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1616
Citação:PEREIRA, Antonilde Maria Ribeiro. Análise do território da estratégia saúde da família por meio do geoprocessmento. 2015. 116 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Saúde e Ambiente) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2015.
Resumo Português:This study demonstrates the use of GIS by a FHS team, located in the most normal clusters of St. Louis, the neighborhood of Coroadinho, in order to describe and analyze the team's action of the territory through the crossing of data generated by the Form A and SSA2 (ANEXO B) together with some georeferencing tooks in the public domain. The Family Health Strategy (ESF) was established in 1994 to reorient to health care model in Brazil. Among its basic tasks the definition of its enrolled population, with an area of specification and micro catchment area. These should be described by the construction of a map of the health situation, so you can know your territory. This objective to know the territory, correlate with the environment and the community attended the ESF uses the Basic Care Information System (SIAB). However due to the limitations of this system we seek to find more resolving procedures and practices to develop this assignment. Thus we sought in Health Geography universe these tools that could assist in this process. The choice of location is due to convenience of the researcher. This study is structured into 5 chapters describing the approaches to the historical relationship between health and environment, ESF, use of GIS by the ESF and the results achieved. The study area was the inference enrolled area of operation of the Family Healthy Strategy 017, located in the village of Friars, which in turn belongs to Coroadinho the neighborhood and it belongs Coroadinho belonging to the Sanitary District. The methodology used was the application of a descriptive and ecological study, with the use of public data base belonging to the SIAB, the cohort from 2013 and 2014. According to what was covered observed that the use of GIS in the analysis the territory ascribed by the ESF in Coroadionho Barrio enabled the construction of a more urban and environmental loook of the place. To this end was presented the mapping of the area, the differentiation of micro areas, the profile of the registred population, the profile of the registered population, the profile of sanitation and its variants. Eas made satellite monitoring of some points of the area. There was the vulnerability of children under 06 years and older living in endemic areas of leprosy. It was also possible to observe the low public collection coverage of garbage and sewage supply, the micro area where there is greater risk slip. Finally promoted the understanding of GIS and how it can help dynamically the look of urban space in the ESF.
Este estudo demonstra o uso do SIG por uma Equipe da ESF, localizada no maior aglomerado subnormal de São Luís, o bairro do Coroadinho, com o objetivo de descrever e analisar o território de ação da equipe, através do cruzamento de dados gerados pela Ficha A (ANEXO A) e SSA2 (ANEXO B), em conjunto com algumas ferramentas de georreferenciamento de domínio público. A Estratégia Saúde da Família (ESF) foi criada em 1994 para reorientar o modelo assistencial de saúde no Brasil. Tem entre suas atribuições básicas a definição de sua população adscrita, com especificação de área e microárea de abrangência. Estas devem ser descritas pela construção de um mapa da situação de saúde, para que possa conhecer seu território. Nesta objetiva de conhecer o território, o correlacionar com o ambiente e com a comunidade assistida a ESF utiliza o Sistema de Informação da Atenção Básico (SIAB). No entanto devido às limitações deste sistema busca-se encontrar metodologias mais resolutivas e práticas para desenvolver esta atribuição. Dessa forma buscou-se no universo da Geografia da Saúde ferramentas que pudessem auxiliar neste processo. A escolha do local se deve a conveniência do pesquisador. Este estudo estar estruturado em 5 capítulos que descreveram as abordagens acerca da relação histórica entre saúde e ambiente, ESF, uso do SIGs pela ESF e resultados alcançados. A área de inferência do estudo foi a área adscrita de atuação da Estratégia Saúde da Família 017, localizada na Vila dos Frades, que por sua vez pertence ao bairro do Coroadinho e este pertence pertencente ao Distrito Sanitário do Coroadinho. A metodologia utilizada foi a aplicação de um estudo descritivo e ecológico, com a utilização de dados públicos pertencentes a base do SIAB, no período de 2013 à 2014. De acordo com o que foi abordado observamos que o uso dos SIGs, na análise do território adscrito pela ESF no Bairro do Coroadinho possibilitou a construção de um olhar mais urbano e ambiental do lugar. Para este fim foi apresentado o mapeamento da área, a diferenciação das microáreas, o perfil da população adscrita, o perfil do saneamento básico e suas variantes. Foi feito a localização por satélite de alguns pontos da área. Observou-se a vulnerabilidade de crianças menores de 06 anos e idosos que vivem em áreas endêmicas de hanseníase. Também foi possível observar a baixa cobertura de coleta pública de lixo e oferta de esgoto, na microárea onde há maior risco deslizamento. Por fim promoveu-se o entendimento do SIG e como este pode auxiliar de forma dinâmica o olhar do espaço urbano na ESF.