HIV/AIDS em indivíduos com idade igual ou maior que 50 anos

The increase in life expectancy, access to treating erectile dysfunction, behavioral changes in the social and sexual and non-adherence to condoms has coincided with the increasing prevalence of HIV / AIDS in the elderly. The objective of the research was to identify the socio-economic and socio-dem...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Nunes, Djayna Serra lattes
Orientador/a: BRANCO, Maria dos Remédios Freitas Carvalho
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Maranhão
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE/CCBS
Department: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1618
Citação:NUNES, Djayna Serra. HIV/AIDS em indivíduos com idade igual ou maior que 50 anos. 2013. 59 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Saúde e Ambiente) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2013.
Resumo Português:O aumento da expectativa de vida, o acesso a tratamento de disfunção erétil, as alterações de comportamento na esfera social e sexual e a não adesão ao uso de preservativos têm coincidido com aumento da incidência de HIV/AIDS em idosos. O objetivo da pesquisa foiidentificar o perfil sócio-econômico esócio-demográfico e de conhecimento sobre HIV/AIDS de indivíduos com 50 anos ou mais de idade.Desenvolveu-se um estudo descritivo, transversal, através de pesquisa de cunho qualitativo-quantitativo. Foram incluídas no estudo pessoas com idade igual ou acima de 50 anos, com diagnóstico confirmado de HIV/AIDS, cadastrados em um Serviço de Atendimento Especializado (SAE) em São Luís, Maranhão, Brasil. Nesta investigação foram avaliados 49 pacientes na faixa etária de 50 a 74 anos; 77,6% era do sexo feminino; em 91,8% a categoria de exposição foi heterossexual; 52,1% tinha ensino fundamental incompleto; 89,2% tinha renda familiar de 1 a 3 salários mínimos; 63,0% não tinha informação prévia sobre HIV/AIDS e 91,8% estava recebendo tratamento anti-retroviral. Os dados encontrados permitem inferir que o grupo estudado possuía conhecimento reduzido sobre o HIV/AIDS.
Resumo inglês:The increase in life expectancy, access to treating erectile dysfunction, behavioral changes in the social and sexual and non-adherence to condoms has coincided with the increasing prevalence of HIV / AIDS in the elderly. The objective of the research was to identify the socio-economic and socio-demographic and knowledge about HIV/AIDS individuals aged 50or older. Developed a descriptive transversal study through qualitative research and quantitative. The study included people aged above 50years with a confirmed diagnosis of HIV/AIDS, registered in the Service of Specialized Health, in São Luís, Maranhão, Brazil. This investigation was evaluatedin49patientsaged 50to 74 years, 77.6% were female, 91.8% in the exposure category was heterosexual,52.1% had elementary education, 89.2% had family income1-3minimum wages, 63.0% had no prior information about HIV/AIDSand91.8% were receiving antiretroviral terapy. The found data can be inferred that he study group had limited knowledge about HIV/AIDS.