ELISA indireto para detecção de Ig G anti-vírus da doença de newcastle em soro de codorna

Foram desenvolvidos e comparados dois ELISAs para detecção de IgG de codorna (Coturnix coturnix japônica) contra o vírus da doença de Newcastle (VDN). Um deles utilizando anticorpo secundário de camundongo anti-IgG de codorna e o outro, conjugado anti-IgG de galinha. Para a produção de anticorpo sec...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2004
Main Author: Daniela Duarte de Oliveira
Orientador/a: Nelson Rodrigo da Silva Martins
Banca: Bernadete Miranda dos Santos, Nelson Carneiro Baiao, Aurea Valadares Folgueras-flatschart
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Minas Gerais
Assuntos em Português:
IH
Online Access:http://hdl.handle.net/1843/BUDB-8BSFKH
Resumo Português:Foram desenvolvidos e comparados dois ELISAs para detecção de IgG de codorna (Coturnix coturnix japônica) contra o vírus da doença de Newcastle (VDN). Um deles utilizando anticorpo secundário de camundongo anti-IgG de codorna e o outro, conjugado anti-IgG de galinha. Para a produção de anticorpo secundário (IgG de camundongo anti-IgG de codorna), métodos de purificação de IgG de codorna foram avaliados utilizando 30 amostras de soros e gemas de ovos de codornas, confirmados posteriormente por eletroforese. Apenas a IgG purificada de soro, por sua maior pureza, foi inoculada nos camundongos, em emulsão oleosa contendo 50 µg de proteína/dose, para a produção do anticorpo secundário. Trinta soros de codorna positivos contra o vírus da doença de Newcastle e 30 soros negativos, triados previamente pelo teste de inibição da hemaglutinação (IH) foram utilizados na titulação em bloco dos ELISAs. O VDN, soro positivo anti-VDN e negativo, anticorpo secundário e conjugados (IgG cabra anti-IgG de camundongo e IgG de coelho anti-IgG de galinha conjugados com fosfatase alcalina) foram submetidos a diluições seriadas para padronizar o ELISA indireto para detecção de IgG de codorna contra VDN e o ELISA indireto para detecção de IgG de codorna contra VDN utilizando conjugado anti-galinha. Os valores de absorbância obtidos pelos ELISAs foram submetidos a planilha TG-ROC e calculados os pontos de corte de cada um. Na análise dos dados, observou-se total correlação entre os testes de ELISA e IH, usada como técnica de referência. Os dois ELISAs foram eficientes na identificação de soros positivos e negativos, apresentando valores máximos de sensibilidade e especificidade (igual a um, 100%), sem resultados falso-positivos e falso-negativos. Estes resultados indicam o uso do ELISA indireto para a doença de Newcastle como técnica de triagem de soros de codorna na rotina laboratorial.
Two indirect ELISA's one containing secundary antibody against quail lgG and the other one conjugated anti-chicken lgG, were developed and compared for the detection of quail (Coturnix cortunix japonica) lgG specific to Newcastle disease virus (NDV). For the production of secindary antibody (mice lgG anti-quail lgG), purification methods of quail lgG were evaluated using 30 quail serum and egg yolk samples confirmed by electrophoresis. Only lgG purified from serum due to its higher purity were inoculated in to mice in oil emulsion containing 50ug protein/dose for the production of secondary antibody. Thirty positive quail serum against NDV and 30 negative serum previously tested by the haemaglunation inhibition test (HI) were used in the block standardization of ELISA. The NDV, positive and negative serum, secondary antibody and conjugates (goat anti-mouse lgG and rabbit anti-chicken lgG conjugated with alkaline phosphatase were diluted serially to standardized the indirect ELISA to detect quail lgG against NDV and indirect ELISA to detect quail lgG against NDV using anti-chicken conjugated. The absorbance values from both ELISA were evaluated in a TG-ROC spreadsheet and the cut-off points were determined to each ELISA. Based on the results it was observed a total correlation between ELISA an IH test, used as gold test. Both Elisa were efficient on positive and negative serum identification, presenting highest values of sensibility and specificity (100%) without false-positive and false-negative results. These results indicate the use of indirect ELISA to Newcastle disease as an excellent test to detect antibody in quail serum and your use in a laboratory routine.