Farelo expeller de Jatropha curcas. L. em suplementos para vacas leiteiras

Avaliou-se a eficiência de utilização de nutrientes e o desempenho produtivo de vacas leiteiras mestiças em pastagem tropical suplementadas com concentrado contendo farelo expeller Jatropha curcas L. tratado com 70 gramas de hidróxido de sódio/kg (FJCT), bem como a qualidade da predição do consumo d...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Souza, Jocely Gomes de lattes
Orientador/a: Oliveira, André Soares de lattes
Co-advisor: Zervoudakis, Joanis Tilemahos lattes, Cabral, Luciano da Silva lattes
Banca: Oliveira, André Soares de lattes, Cabral, Luciano da Silva lattes, Zervoudakis, Joanis Tilemahos lattes, Araújo, Cláudio Vieira de lattes, Mendonca, Simone lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Mato Grosso
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Department: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://ri.ufmt.br/handle/1/1532
Citação:SOUZA, Jocely Gomes de. Farelo expeller de Jatropha curcas. L. em suplementos para vacas leiteiras. 2012. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2012.
Resumo Português:Avaliou-se a eficiência de utilização de nutrientes e o desempenho produtivo de vacas leiteiras mestiças em pastagem tropical suplementadas com concentrado contendo farelo expeller Jatropha curcas L. tratado com 70 gramas de hidróxido de sódio/kg (FJCT), bem como a qualidade da predição do consumo de matéria seca (CMS) de modelos matemáticos vigentes. Foram utilizadas 12 vacas mestiças Holandês x Zebu mantidas em pasto de Panicum maximum cv. Mombaça, em três quadrados latino 4x4. Os animais receberam quatro suplementos com níveis crescentes de FJCT (0; 100; 200 e 300 g/kg de matéria seca), fornecidos na quantidade de 4 kg/animal/dia, base da matéria natural. O experimento teve duração de 84 dias divididos em quatro períodos de 21 dias, sendo 14 dias de adaptação e 7 dias de coleta/cada. O consumo de suplemento reduziu a partir da inclusão de 200 g de FJCT/kg de suplemento, mas o consumo de MS de pasto não foi afetado. Concomitante reduziu o consumo total de componentes e do consumo de componentes digestíveis da dieta, e consequentemente a síntese de proteína microbiana ruminal e produção de leite dos animais. A composição do leite e o rendimento de fabricação do queijo tipo frescal não foram alterados pela inclusão de FJCT. Entretanto, a aceitabilidade dos provadores do queijo frescal foi reduzido com a inclusão de 300 g de FJCT/kg de suplemento. A inclusão do FJCT em suplementos até o nível de 100 g/kg de MS não afeta a eficiência de utilização dos componentes da dieta, o desempenho de vacas leiteiras sob pastejo e a aceitabilidade dos consumidores pelo queijo tipo frescal. Avaliou-se a qualidade da predição do consumo de matéria seca (CMS) de vacas leiteiras mestiças holandês x zebu em pastejo de gramínea tropical pelo modelo norte americanos (NRC e CNCPS), britânicos (AFRC), do proposto por Freitas et al. (2006) e Santos et al. (2009). A avaliação dos modelos de predição do CMS foi baseada pela relação dos valores observados e aqueles preditos, por meio de ajustamento de regressão linear. Verificou-se ausência de ajustamento (P<0,05) dos valores observados com os preditos pelos modelos NRC (2001), Freitas et al. (2006) e Santos et al. (2009). Apenas os modelos utilizados pelo CNCPS e AFRC se ajustaram ao CMS observado. Os resultados evidenciam os modelos usados pelo sistema americano CNCPS e britânico AFRC (1993) são adequados para estimar o CMS de vacas lactantes mestiças holandês x zebu em pastejo, em condições tropicais. Portanto, não se recomenda o uso dos modelos NRC (2001) e os propostos por Freitas et al. (2006) e Santos et al. (2009).
.