Produtividade de óleo-resina de Copaifera sp. : relações dendrométricas, edáficas e etática

O objetivo deste trabalho foi verificar as relações entre variáveis dendrométricas, edáficas e da idade, com a produtividade de óleo-resina de árvores de Copaifera sp. em Floresta Estacional Semidecidual na região centro norte do Estado de Mato Grosso, Brasil. Foram amostradas 30 Copaifera sp. para...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Roquette, José Guilherme lattes
Orientador/a: Drescher, Ronaldo lattes
Banca: Drescher, Ronaldo lattes, Souza, Édila Cristina de lattes, Brondani, Gilvano Ebling lattes, Rondon Neto, Rubens Marques lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Mato Grosso
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais e Ambientais
Department: Faculdade de Engenharia Florestal (FENF)
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://ri.ufmt.br/handle/1/729
Citação:ROQUETTE, José Guilherme. Produtividade de óleo-resina de Copaifera sp.: relações dendrométricas, edáficas e etática. 2014. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Engenharia Florestal, Cuiabá, 2014.
Resumo Português:O objetivo deste trabalho foi verificar as relações entre variáveis dendrométricas, edáficas e da idade, com a produtividade de óleo-resina de árvores de Copaifera sp. em Floresta Estacional Semidecidual na região centro norte do Estado de Mato Grosso, Brasil. Foram amostradas 30 Copaifera sp. para extração do óleo-resina por um período de 24h, com o uso de trado de 3/4". Além do volume de óleo-resina, foram coletadas informações referentes ao porte das árvores e às características edáficas do solo superficial no entorno de cada indivíduo. Ainda, foram retirados cilindros de lenho de 15 das 30 árvores amostradas para determinação da idade e incremento médio anual (IMA) do DAP, sendo realizadas estimativas dessas variáveis por meio da análise de regressão para àquelas árvores que não tiveram os cilindros coletados. Após completar os dados para todas as variáveis, realizou-se a estatística descritiva para a produtividade de óleo-resina, além de relatar as proporções observadas entre árvores produtivas e não produtivas para a área estudada. Foi aplicada a análise de componentes principais para verificar quais das variáveis coletadas possuem relação com a produtividade de óleo-resina, para então, posteriormente, ser ajustada uma equação para predição desta produtividade por meio da análise de regressão. O modelo que melhor se ajustou para estimativa da idade em função do DAP apresentou valor de R²ajust. = 0,616 e Syx% = 4,42. A produtividade média do povoamento estudado foi de 0,124 L, com coeficiente de variação = 349,9% e 30% de árvores produtivas. A proporção de árvores produtivas aumentou conforme a classe de DAP, sendo diminuída ao chegar na maior classe. Com relação à idade, a proporção de indivíduos produtivos também aumentou conforme as classes, porém não sendo percebido diminuição ao chegar na maior classe, enquanto com relação ao IMA do DAP ocorreu o inverso. Após a análise de componentes principais, a única variável relacionada com a produtividade de óleo-resina foi a altura do fuste, sendo que o melhor modelo ajustado para sua predição apresentou R²ajust. = 0,846 e Syx% = 13,11. Deste modo, verificou-se que a produtividade de óleo-resina de copaíba tem correlação positiva e significativa com a altura do fuste, enquanto com as demais variáveis dendrométricas, bem como com as variáveis do solo superficial e com a idade, não apresenta correlação significativa.
The objective of this study was to examine dendrometric, edaphic and of age relationships with productivity of oleoresin Copaifera sp. in Semideciduous Seasonal Forest in the central north region of the State of Mato Grosso, Brazil. We sampled 30 Copaifera sp. for extraction of oleoresin for a period of 24 hours, using auger with 3/4". In addition to the oleoresin, information was collected regarding the size of the trees and of the edaphics characteristics of topsoil in around each individual. Also, were removed wood cylinders of 15 of the 30 trees sampled to determination of age and mean annual increment (MAI) of DBH, whereas estimates of these variables were carried out by through regression analysis to those who have not had the cylinders collected. Upon completion of the data for all variables, there was the descriptive statistics for the productivity of oleoresin, in addition to reporting the proportions observed between productive and non-productive trees in the studied area. Was applied the principal component analysis to verify which of the variables collected are related to the productivity of oleoresin , and later, posteriorly, to adjust a equation using regression analysis for predicting this productivity. The model that better adjusted to estimate the age according to the DBH presented value of adjusted coefficient determination = 0,616 and standard error estimate = 4.42. The average productivity of the population studied was 0.124 L, with coefficient of variation = 349.9% and 30% of productive trees. The proportion of productive trees increased with DBH class, being reduced to reach the bigger class. Regarding age, the proportion of productive individuals also increased with the classes, but not being perceived decline to reach the bigger class, while with respect to the IMA of DBH the opposite happened. After the principal component analysis, the only variable correlated with productivity oleoresin was the height of the bole, in which the better model adjusted presented adjusted coefficient determination = 0,846 and standard error estimate = 13.11. Thus, it was found that the productivity of oleoresin copaiba has a positive and significant correlation with the height of the shaft, while with the other dendrometric variables as well as variables topsoil and age, no significant correlation.