Democracia e elei??o de dirigentes escolares no sistema municipal de ensino de Bel?m: an?lises e perspectivas

The research was turned toward the inquiry of the institutionalization process of the direct election of pertaining to school controllers in the Municipal System of Education of Bel?m, as dimension of the projects pedagogical politicians and produced by the municipal managements in the period of 199...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: GUEDES, Maria Gorete Rodrigues Cardoso lattes
Orientador/a: SOUZA, Orlando Nobre Bezerra de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Par?
Programa: Programa de P?s-Gradua??o em Educa??o
Department: Instituto de Ci?ncias da Educa??o
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://www.repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/1666
Citação:GUEDES, Maria Gorete Rodrigues Cardoso. Democracia e elei??o de dirigentes escolares no sistema municipal de ensino de Bel?m: an?lises e perspectivas. 2007. 213 f. Disserta??o (Mestrado) - Universidade Federal do Par?, Centro de Educa??o, Bel?m, 2006. Programa de P?s-Gradua??o em Educa??o.
Resumo Português:A pesquisa voltou-se para a investiga??o do processo de institucionaliza??o da elei??o direta de dirigentes escolares no Sistema Municipal de Ensino de Bel?m, como dimens?o dos projetos pol?ticos e pedag?gicos engendrados pelas gest?es municipais no per?odo de 1993 a 2006. O objetivo foi analisar os avan?os, limites e perspectivas das propostas de elei??o de dirigentes, estabelecidas sob a ?tica do plano das orienta??es formal-legais do sistema educacional. A orienta??o metodol?gica utilizada foi a da pesquisa bibliogr?fica e da an?lise documental. Atrav?s de um estudo pormenorizado dos principais documentos oficiais produzidos pelas administra??es municipais, pretendeu-se identificar as intencionalidades pol?ticas dos respectivos governos no per?odo delimitado e caracterizar os seus respectivos projetos educacionais e propostas de elei??o de dirigentes escolares, assim como perceber a concep??o de democracia e gest?o democr?tica inerente aos mesmos. Os resultados alcan?ados com a investiga??o nos levam a inferir que o processo de democratiza??o da gest?o escolar no SME, via a elei??o de dirigentes escolares, n?o ? algo acabado e definido, mas uma constru??o permanente, marcada por idas e vindas, recuos e avan?os, que aponta para perspectivas e horizontes distintos e atinge os mais diferentes matizes ideol?gicos. Portanto, pode-se afirmar que a democracia escolar no SME n?o ?, mas est? sendo constru?da de acordo com as possibilidades e constrangimentos apresentados em cada momento hist?rico e com a capacidade dos atores educacionais de incorporar a institucionalidade democr?tica estabelecida.