Bitcoin: investimento do século ou bolha especulativa? Mensuração do risco individual do bitcoin sobre o risco sistêmico do mercado de capitais do Brasil e EUA

Recentemente, as moedas digitais têm recebido significativa representatividade em economias mundiais, devido à agilidade, segurança e ao baixo custo envolvido nas transações. Com a proposta de revolução no sistema monetário mundial, a moeda virtual denominada por Bitcoin propõe um sistema de pagamen...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Simão, Bárbara Correia lattes
Orientador/a: Leite Filho, Paulo Amilton Maia lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal da Paraíba
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis
Department: Finanças e Contabilidade
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13038
Resumo Português:Recentemente, as moedas digitais têm recebido significativa representatividade em economias mundiais, devido à agilidade, segurança e ao baixo custo envolvido nas transações. Com a proposta de revolução no sistema monetário mundial, a moeda virtual denominada por Bitcoin propõe um sistema de pagamento eletrônico de software aberto com base na criptografia, em que não se utiliza bancos ou quaisquer outras entidades centrais de intermediação das transações. Os usuários do Bitcoin conferem a essa moeda dois papeis distintos. Primeiro, o Bitcoin pode desempenhar a função de meio de pagamento de trocas de bens e serviços. Segundo, o Bitcoin tem sido direcionado para o uso com propósitos especulativos, devido à elevada volatilidade do seu valor no mercado financeiro (HUR, JEON e YOO, 2015). Adicionalmente, o protocolo de funcionamento instituído pelo Bitcoin permite que as transações entre os usuários permaneçam no anonimato. Portanto, a ausência de uma instituição reguladora das transações com moedas digitais tem levantado um debate relevante sobre a contribuição do Bitcoin em fomentar atividades de cunho ilegal. Dentro desse contexto, a presente pesquisa busca obter inferências sobre a contribuição do risco individual do Bitcoin sobre o sistema financeiro do Brasil e dos Estados Unidos, com intuito de sinalizar as autoridades reguladoras um posicionalmente do nível adequado de intermediação financeira. A metodologia da pesquisa consiste no uso dos modelos de estimação de risco sistêmico CoVaR, CoVaR GARCH, ?CoVaR e ?CoVaR GARCH. Os resultados da pesquisa visam contribuir para o fornecimento de informações macroprudenciais, de modo a balizar a intervenção das instituições de controle financeiro relacionado a efetivação de medidas reguladoras para o Bitcoin. De modo geral, os resultados indicam que o risco individual do Bitcoin afeta o risco sistêmico e, em cenários de evento extremos, o Bitcoin é significativo para reduzir o risco sistêmico do mercado de capitais brasileiro e americano.
Lately, digital currencies have received meaningful representation in economies around the world, as a result to its agility, security and the low cost associated in the transactions. With the propose of revolution the monetary system, the virtual currency denominated by Bitcoin suggests an electronic payment system with open software based on the cryptography, in which it does not allow banks or any other central entities to intermed the transactions. Bitcoin users give this coin two different roles. First, Bitcoin may act as a means of payment for exchanges goods and services. Second, Bitcoin has been targeted for speculative purposes because of the high volatility of its value in the financial market (HUR, JEON and YOO, 2015). In addition, the operating protocol established by Bitcoin allows transactions between users to remain anonymous. Therefore, the absence of a regulatory institution for digital currency transactions has raised a debate about Bitcoin's contribution to promoting illegal activities. In this context, the present research seeks to obtain inferences about the contribution of Bitcoin's individual risk on the financial system of Brazil and the United States, in order to signal regulatory authorities to a positionally adequate level of financial intermediation. The research methodology consists of the use of the systemic risk estimation models CoVaR, CoVaR GARCH, ?CoVaR and ?CoVaR GARCH. The research results aims to contribute to the provision of macro-prudential information, in order to mark the intervention of financial control institutions around the implementation of regulatory measures for Bitcoin. Overall, the results indicate that Bitcoin's individual risk affects systemic risk and in extreme event scenarios Bitcoin is significant in reducing the systemic risk of the Brazilian and American capital markets.