Diretrizes para uma política de gestão do conhecimento no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco

A Política de Gestão do Conhecimento na Administração Pública representa a consolidação de escolhas (objetivos, princípios, ações, ..., metodologias) que orientam o futuro da organização na forma de como obter, utilizar, aprender, contribuir, avaliar, manter e descartar o conhecimento, para que esta...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: SILVA, Ivandro Marques da
Orientador/a: SICSU, Abraham Benzaquen
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Pernambuco
Assuntos em Português:
Online Access:https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5589
Citação:Marques da Silva, Ivandro; Benzaquen Sicsu, Abraham. Diretrizes para uma política de gestão do conhecimento no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo Português:A Política de Gestão do Conhecimento na Administração Pública representa a consolidação de escolhas (objetivos, princípios, ações, ..., metodologias) que orientam o futuro da organização na forma de como obter, utilizar, aprender, contribuir, avaliar, manter e descartar o conhecimento, para que esta Administração obtenha eficiência, eficácia, efetividade e qualidade na formulação e implementação de serviços públicos prestados ao cidadão e à sociedade. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE - tem buscado alternativas baseadas numa moderna gestão pública que propiciem mais celeridade, transparência e a concretude de sua missão. Assim, a presente pesquisa caracteriza o IFPE no contexto de política pública de governo, observa os desafios para uma gestão pública voltada a resultados presentes na literatura e apresenta a Gestão do Conhecimento: conceitos, modelos e iniciativas no setor público. A partir de uma pesquisa documental, bibliográfica e da pesquisa de campo realizada através da aplicação de questionários junto aos gestores do IFPE foram levantados dados que evidenciam a relação da instituição com a Gestão do Conhecimento, diagnóstico este ponto de partida para a construção de diretrizes para uma política própria do IFPE, resultado desta pesquisa. O estudo apontou perspectivas comuns a diversas abordagens da literatura sobre Gestão do Conhecimento e na prática observada de outros entes públicos, perspectivas estas ratificadas pela pesquisa de campo, que propiciaram a identificação das diretrizes para a construção da Política de Gestão do Conhecimento no IFPE. Como oportunidade de trabalhos futuros fica a efetiva construção dessa política e a identificação de um modelo para a gestão do ativo conhecimento na instituição