Globalização, fronteira e educação: o lugar do livro didático: Estudo comparado entre as cidades fronteiriças Chuí-Brasil e Chuy-Uruguay

A presente tese tem como proposta investigar a utilização de livros didáticos nas escolas fronteiriças Chuí (Brasil) e Chuy (Uruguay) produzidos entre os anos de 1996 e 2016., em que se pretende comprovar que o mercado formado por grandes empresas tem influência em seu editorial, visando defender se...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Leston Júnior, Odilon
Orientador/a: Arriada, Eduardo
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Pelotas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Department: Faculdade de Educação
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4434
Citação:LESTON JÚNIOR, Odilon. Globalização, fronteira e educação : o lugar do livro didático: Estudo comparado entre as cidades fronteiriças Chuí-Brasil e Chuy-Uruguay. 2018. 376 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação. Faculdade de Educação. Universidade Federal de Pelotas, 2018.
Resumo Português:A presente tese tem como proposta investigar a utilização de livros didáticos nas escolas fronteiriças Chuí (Brasil) e Chuy (Uruguay) produzidos entre os anos de 1996 e 2016., em que se pretende comprovar que o mercado formado por grandes empresas tem influência em seu editorial, visando defender seus interesses econômicos no conteúdo dos livros didáticos, bem como a propagação das grandes empresas no setor educacional. Para tanto, foi preciso estudar conceitos a partir da premissa da globalização e a sua abordagem instrutiva/educacional nos conteúdos trabalhados em sala de aula no ensino básico de escolas, em zona de fronteira, bem como expor o enfoque e as possíveis alterações que a referida temática sofreu ao longo dos anos nos livros didáticos utilizados, verificando a origem e a escolha desse material didático. Então, foi proposta uma análise sobre a perspectiva teórica da globalização, verificou-se quais editoras produzem e comercializam este material e, também, explanou-se sobre as políticas públicas adotadas pelas nações do Brasil e Uruguay na compra dos livros utilizados pelos professores e alunos nas instituições escolares. Tendo isso como base, a tese está desenvolvida em três capítulos: o primeiro aborda as aproximações e a formação da fronteira entre ambos os países; o segundo expõe os conceitos sobre globalização e suas variações de autores e pensamentos, permeando por diversas categorias como tendências culturais, consumo, inovações tecnológicas e o neoliberalismo; o último capítulo analisa os livros didáticos e as entrevistas realizadas com os professores. As fontes e metodologias da pesquisa bibliográfica, documental, concomitantemente com as entrevistas semiestruturadas realizadas com professores da rede pública do ensino básico na fronteira entres os países e, como fonte, os livros didáticos pesquisados nas instituições participantes deste levantamento. Nesta tese, foi possível comprovar a atuação do mercado dos livros didáticos compostos por grandes empresas nacionais e estrangeiras, bem como sua preponderância na disseminação dos seus interesses ideológicos e comerciais através de conteúdo sobre globalização elaborado no material didático destas empresas que compõem o setor editorial.
This thesis aims to investigate the use of textbooks in the frontier schools Chuí (Brazil) and Chuy (Uruguay) produced between 1996 and 2016, in which we intend to prove that the market formed by large companies influences editorial, aiming to defend their economic interests in the content of textbooks, as well as the spread of large companies in the educational sector. In order to do so, it was necessary to study concepts based on the premise of globalization and its instructional/educational approach in the contents worked in classroom in the basic education, in frontier zone, as well as to expose the focus and the possible changes that this thematic has suffered over the years in the school textbooks, verifying the origin and how they choose the didactic material. Therefore, an analysis was proposed on the theoretical perspective of globalization, verified which publishers produce and commercialize this material and, also, explained about the public policies adopted by the nations of Brazil and Uruguay in the purchase of the books used by teachers and students in the educational institutions. Based on this, this thesis is developed in three chapters: the first deals with the approaches and the formation of the border between both countries; the second presents the concepts about globalization and its variations of authors and thoughts, passing through diverse categories such as cultural trends, consumption, technological innovations and neoliberalism; the last chapter analyzes the textbooks and the teacher’s interviews. The research sources and methods were bibliographic, documental, and, concomitantly, a semi-structured interview with teachers of the public basic education institution in both nations, besides, the textbooks researched at the institutions that comprehend this survey. In this thesis, it was possible to prove the performance of the textbook market composed of large national and foreign companies and the preponderance in the dissemination of their ideological and commercial interests through content on globalization elaborated in the didactic material of these companies that composes the publishing sector.