A judicialização das relações sociais : tensões entre o campo jurídico e as expectativas das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar na 3ª Vara Criminal de Pelotas/RS (2009-10)

The focus of this paper is to study the "legalization of social relations" from the publicprivate dichotomy found in cases of domestic violence taken for the analysis of the Judiciary. Intends to examine the motives that lead women "victims" of domestic violence and family of the...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Barboza, Priscila da Silva
Orientador/a: Ribeiro, Maria Thereza Rosa
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Pelotas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Department: Instituto de Sociologia e Política
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Law
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufpel.edu.br/handle/ri/1595
Citação:BARBOZA, Priscila da Silva. A judicialização das relações sociais : tensões entre o campo jurídico e as expectativas das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar na 3ª Vara Criminal de Pelotas/RS (2009-10). 2011. 211 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2011.
Resumo Português:O foco do presente trabalho é o estudo da judicialização das relações sociais a partir da dicotomia público-privada encontrada nos casos de violência doméstica e familiar levados a análise do Poder Judiciário no contexto do Município de Pelotas no Rio Grande do Sul. Pretende-se verificar os motivos que levariam as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar da 3º Vara Criminal da Comarca de Pelotas a desistirem ou não de dar prosseguimento às demandas que visam a responsabilização de seus agressores . Acredita-se que a verificação das tensões internas ao campo jurídico penal e a sua relação com as tensões próprias ao campo social das vítimas desse tipo de violência, poderiam trazer indícios para se compreender o questionamento anterior. Percebeu-se que os atores que compõem cada um dos campos percebem os delitos de formas diferenciadas, conforme a lógica interna de cada sistema (social ou jurídico)
Resumo inglês:The focus of this paper is to study the "legalization of social relations" from the publicprivate dichotomy found in cases of domestic violence taken for the analysis of the Judiciary. Intends to examine the motives that lead women "victims" of domestic violence and family of the 3rd Criminal Court to drop out or not to proceed to the demands aimed at responsabilization of "aggressors". It is believed that the verification of internal tensions and the criminal justice field, its relation with the tensions inherent in the social field of the "victims", could yield clues to understand the question before. It was concluded that the actors that make up each of the fields see the crimes of different ways, according to the internal logic of each system (social or legal)