Bruxas, Lobisomens, Anjos e Assombrações na Costa Sul da Lagoa dos Patos Colônia Z3, Pelotas: Etnografia, mitologia, gênero e políticas públicas

What motivates the writing of this master´s dissertation is the decrease of the gaps between, on one hand, the development and project management and public social policies by a Social Work professional and, on the other, cosmologies that somehow guide the lives of individuals and social groups. By...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Ribeiro, Angelita Soares
Orientador/a: Rosa, Rogerio Reus Goncalves da
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Pelotas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Department: Instituto de Sociologia e Política
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufpel.edu.br/handle/ri/1562
Citação:RIBEIRO, Angelita Soares. Witches, Werewolves, Angels and Hauntings in the South Coast of the Lagoa dos Patos - Colony Z-3, Pelotas: Ethnography, mythology, gender and public policy. 2012. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Huamnas) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
Resumo Português:O que motiva a escrita desta dissertação de mestrado é a diminuição dos abismos existentes entre, de um lado, a elaboração e a gestão de projetos e políticas públicas sociais por um profissional de Serviço Social e, de outro, as cosmologias que de alguma forma orientam a vida dos indivíduos e dos coletivos sociais. Através da mitologia, analiso as relações que conectam na Colônia de Pescadores Z-3, território costeiro à Lagoa dos Patos, Rio Grande do Sul, Brasil, humanos e nãohumanos em um sistema de significações que traduzem a formulação cotidiana dos modos de pensar, viver e morrer nesta colônia. Nessa rede de significados, busco também compreender a maneira como se formulam o domínio do feminino e o domínio do masculino neste território costeiro.
Resumo inglês:What motivates the writing of this master´s dissertation is the decrease of the gaps between, on one hand, the development and project management and public social policies by a Social Work professional and, on the other, cosmologies that somehow guide the lives of individuals and social groups. By mythology, I analyze the relations that connect - in the Fishermen´s Colony Z-3, coastal territory of the Lagoa dos Patos, Rio Grande do Sul, Brazil - humans and non-humans in a system of meanings that reflect the design of everyday ways of thinking, living and dying in this colony. In this network of meanings, I seek also to understand how to formulate the feminine domain and the masculine domain in this coastal territory.