O Movimento Estudantil universitário em Pelotas durante a redemocratização do Brasil (1978- 1985): memórias de atuações contra a ditadura

The study deals with the forms of performances of University Student Movement in Pelotas against civil-military dictatorship in Brazil, during the period covering the political process of democratization of the country (1978-1985). We aim to understand the complexity of student activists and issues...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Pohndorf, Marilia da Rocha Hofstätter
Orientador/a: Gandra, Edgar Ávila
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Pelotas
Programa: Programa de Pós-Graduação em História
Department: História
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufpel.edu.br/handle/ri/2154
Citação:POHNDORF, Marilia da Rocha Hofstätter. O Movimento Estudantil universitário em Pelotas durante a redemocratização do Brasil (1978- 1985): memórias de atuações contra a ditadura. 2013. 139 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2013.
Resumo Português:O estudo trata das formas de atuações do Movimento Estudantil universitário em Pelotas contra a ditadura civil-militar brasileira, durante o período que abrange o processo de redemocratização política do país (1978 1985). Pretendemos compreender a complexidade dos militantes estudantis e as questões que emergiram na agenda política do Movimento, contextualizada ao período de reabertura, o qual mostrou ser a última faceta do governo ditatorial. O Movimento Estudantil, ao longo da ditadura civil-militar brasileira, manifestou-se de diferentes maneiras pelas liberdades democráticas. Assim, consideramos os conceitos de memória e identidade do Movimento Estudantil, como se deram suas ações de luta no cenário da cidade de Pelotas e as relações internas nas universidades em análise (Universidade Federal de Pelotas e Universidade Católica de Pelotas). Por meio de entrevistas realizadas sob a metodologia de História Oral, buscamos verificar a reorganização e as mudanças alcançadas no Movimento Estudantil diante do objetivo de alcançar um novo cenário político e social, no qual obtivessem a possibilidade de discutir questões de ordem diversa, porém atreladas ao ideal de liberdade, tão sufocado durante a repressão ditatorial
Resumo inglês:The study deals with the forms of performances of University Student Movement in Pelotas against civil-military dictatorship in Brazil, during the period covering the political process of democratization of the country (1978-1985). We aim to understand the complexity of student activists and issues that emerged on the political agenda of the Movement, contextualized the reopening period, which proved to be the last facet of dictatorial government. The Student Movement along the Brazilian civil-military dictatorship, has manifested itself in different ways for democratic freedoms. Thus, we consider the concepts of memory and identity of the student movement, as if his actions gave the fight scene in the city of Pelotas and internal relations at universities in analysis (Federal University of Pelotas and Catholic University of Pelotas). Through interviews conducted under the methodology of oral history, we seek to verify the reorganization and changes in the student movement achieved before the goal of reaching a new political and social scenario in which obtain the possibility to discuss issues of a different, but linked to ideal of freedom, so suffocated during the dictatorial repression