Trajetórias da adoção cadastral em Fortaleza: o Estado modelando as relações familiares

Esta disertación tiene como objetivo principal identificar las motivaciones de los adoptantes catastrales, pues la regularidad estadística en el universo adoptivo nacional apunta para una preferencia por las adopciones al modo brasileño o listas. La hipótesis principal señala que las caracterizacion...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Oliveira, Juliana Alves de
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Department: Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Assuntos em Português:
Spanish Subjects:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13734
Citação:OLIVEIRA, Juliana Alves de. Trayectorias de la adopción catastral en Fortaleza: el Estado modelando las relaciones familiares. 2006. 140 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo Português:Esta dissertação tem como objetivo principal identificar as caracterizações dos sujeitos em foco no que diz respeito à sua pertença religiosa e ao nível de educação formal exercem forte influência em sua opção pela adoção cadastral. Apoiando-se na teoria do habitus de Pierre Bourdieu, pôde-se constatar que a cultura individual é o que orienta os limites da ação dos sujeitos e, no caso dos adotantes cadastrais, em seus diferentes habitus, encontra-se a explicação para seus percursos e tentativas adotivas. Vale lembrar que seus habitus são unificados pelo Estado. Na coleta e análise dos dados, realizou-se um trabalho quali-quantitativo com base nos seguintes recursos: observação direta, consultas de documentos oficiais, aplicação de formulários e entrevistas semi-estruturadas. As observações foram realizadas em instituições envolvidas no processo das adoções cadastrais, bem como mediante amostra de adotantes. Analisaram-se, também, documentos referentes ao regimento dessas instituições, em especial quanto às orientações referentes à prática adotiva estudada. Observou-se uma discrepância entre o discurso oficial e o que efetivamente as instituições praticam em seu cotidiano. Por fim, no tocante às entrevistas realizadas com os adotantes, foi verificado que, em maioria, eles têm um nível socioeconômico e formação escolar superior à média da população da Cidade de Fortaleza, bem como participam de alguma comunidade religiosa e são membros de famílias que espelham o modelo socialmente dominante nuclear burguês